Daniel Alves ganha a tarjeta de capitão na CA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 28/05/2019 às 22:37:00

 

O lateral-direito Daniel Alves, será o capitão do Brasil nos próximos amistosos contra Catar e Honduras e também na disputa da Copa América. Sua chegada à Granja Comary aconteceu nesta terça-feira (28). Por causa da agressão a um torcedor na final da Copa da França, o técnico Tite tirou a faixa do braço do atacante Neymar. O camisa 10 da seleção foi comunicado da decisão no último sábado (25). No dia seguinte, o jogador baiano ficou sabendo que assumiria a função. Ele teria sido o capitão da equipe na Copa do Mundo de 2018, mas uma lesão o tirou do torneio.
No dia da convocação da seleção brasileira, Tite não se aprofundou no assunto da agressão de Neymar. O comandante disse que conversaria com o jogador primeiro, antes de se pronunciar sobre o caso. O atacante se apresentou ao selecionado no sábado, três dias antes do previsto, por causa da liberação do PSG, já que estava suspenso da reta final do Campeonato Francês o que incluía a última rodada disputada na sexta (24).
O Brasil encara o Catar no próximo dia 5 de junho, no Mané Garrincha. Depois, no dia 9, o desafio preparatório será diante de Honduras, em Porto Alegre. A estreia na Copa América está marcada para o dia 14, às 21h30, contra a Bolívia, no Morumbi. O segundo compromisso no torneio continental será em Salvador, diante da Venezuela, no dia 18, às 21h30, na Arena Fonte Nova. E, na última rodada da primeira fase, o adversário será o Peru, no dia 22, às 16h, no Itaquerão.

O lateral-direito Daniel Alves, será o capitão do Brasil nos próximos amistosos contra Catar e Honduras e também na disputa da Copa América. Sua chegada à Granja Comary aconteceu nesta terça-feira (28). Por causa da agressão a um torcedor na final da Copa da França, o técnico Tite tirou a faixa do braço do atacante Neymar. O camisa 10 da seleção foi comunicado da decisão no último sábado (25). No dia seguinte, o jogador baiano ficou sabendo que assumiria a função. Ele teria sido o capitão da equipe na Copa do Mundo de 2018, mas uma lesão o tirou do torneio.
No dia da convocação da seleção brasileira, Tite não se aprofundou no assunto da agressão de Neymar. O comandante disse que conversaria com o jogador primeiro, antes de se pronunciar sobre o caso. O atacante se apresentou ao selecionado no sábado, três dias antes do previsto, por causa da liberação do PSG, já que estava suspenso da reta final do Campeonato Francês o que incluía a última rodada disputada na sexta (24).
O Brasil encara o Catar no próximo dia 5 de junho, no Mané Garrincha. Depois, no dia 9, o desafio preparatório será diante de Honduras, em Porto Alegre. A estreia na Copa América está marcada para o dia 14, às 21h30, contra a Bolívia, no Morumbi. O segundo compromisso no torneio continental será em Salvador, diante da Venezuela, no dia 18, às 21h30, na Arena Fonte Nova. E, na última rodada da primeira fase, o adversário será o Peru, no dia 22, às 16h, no Itaquerão.