Campanha da matrícula inicial do Censo Escolar 2019 começa nesta quarta-feira

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 28/05/2019 às 23:01:00

 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) abrirá nesta quarta-feira o Educacenso, sistema informatizado de levantamento de dados do Censo Escolar. Até o dia 31 de julho, todos os estabelecimentos de ensino públicos e privados de educação básica deverão fazer a declaração das informações escolares no sistema.
O estabelecimento de ensino que não possui o código do Inep deverá procurar o Serviço de Informações e Estatística (SINES) da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) com cópia dos seguintes documentos: CPF ou RG do gestor escolar, comprovante de endereço da escola, autorização de funcionamento emitida pelo Conselho Estadual ou Municipal de Educação, CNPJ (somente para as escolas privadas).
Segundo explica a coordenadora estadual do Censo Escolar, professora Jucileide Aragão, o Decreto nº 6.425 de 4 de abril de 2008 determina que todos os estabelecimentos de ensino da educação básica devem declarar os dados educacionais no Sistema Educacenso. A matrícula inicial é a primeira fase de coleta do Censo Escolar, devendo ser declarados os dados das escolas, gestores, turmas, alunos e profissionais escolares em sala de aula, com base na realidade das escolas na data de referência do Censo Escolar (última quarta-feira do mês de maio), que este ano será o dia 29 de maio de 2019.
 "O Censo Escolar da Educação Básica é uma pesquisa educacional indispensável para que todos os governos estaduais e municipais possam planejar suas ações, pois dependem desses dados para receber do governo federal os recursos financeiros e materiais, tais como Fundeb, PNATE, PNAE, PAR, PDDE, entre outros. Eles utilizam essas informações para fazer seus planejamentos e melhorar as ações em suas redes", explicou.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) abrirá nesta quarta-feira o Educacenso, sistema informatizado de levantamento de dados do Censo Escolar. Até o dia 31 de julho, todos os estabelecimentos de ensino públicos e privados de educação básica deverão fazer a declaração das informações escolares no sistema.
O estabelecimento de ensino que não possui o código do Inep deverá procurar o Serviço de Informações e Estatística (SINES) da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) com cópia dos seguintes documentos: CPF ou RG do gestor escolar, comprovante de endereço da escola, autorização de funcionamento emitida pelo Conselho Estadual ou Municipal de Educação, CNPJ (somente para as escolas privadas).
Segundo explica a coordenadora estadual do Censo Escolar, professora Jucileide Aragão, o Decreto nº 6.425 de 4 de abril de 2008 determina que todos os estabelecimentos de ensino da educação básica devem declarar os dados educacionais no Sistema Educacenso. A matrícula inicial é a primeira fase de coleta do Censo Escolar, devendo ser declarados os dados das escolas, gestores, turmas, alunos e profissionais escolares em sala de aula, com base na realidade das escolas na data de referência do Censo Escolar (última quarta-feira do mês de maio), que este ano será o dia 29 de maio de 2019.
 "O Censo Escolar da Educação Básica é uma pesquisa educacional indispensável para que todos os governos estaduais e municipais possam planejar suas ações, pois dependem desses dados para receber do governo federal os recursos financeiros e materiais, tais como Fundeb, PNATE, PNAE, PAR, PDDE, entre outros. Eles utilizam essas informações para fazer seus planejamentos e melhorar as ações em suas redes", explicou.