Memorial da Cultura produz mesa redonda sobre o ciclo junino de Estância

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 29/05/2019 às 22:43:00

 

A valorização da Cultura Estanciana é uma marca da gestão municipal. Através do projeto Educação Patrimonial, a Secretaria Municipal da Cultura e Turismo mantém uma série de atividades que enaltecem e evidência diversos aspectos da cultura estanciana. A exemplo da Mesa Redonda: "Do Pisa Pólvora a Batucada", realizado na tarde desta terça-feira (28), no Memorial da Cultura.
A ação educativa foi realizada com os alunos do Colégio Magistral, onde  promoveu um importante debate envolvendo os elementos  embrionários dos festejos juninos da cidade que realiza o São João Mais Cultural do Brasil.
"O Memorial da Cultura é importante instrumento voltado para a construção  da identidade cultural de nossa população. Eu fico muito feliz que de foram permanente envolvemos nossas crianças no debate e na transmissão do conhecimento sobre os valores culturais incendiários dos estancianos", disse o prefeito Gilson Andrade.  
O debate foi mediado pelo professor Antônio Nero (ou Neto), coordenador do Colégio Magistral e do Colégio Gumercindo Bessa, e pelo historiador Fernando Valério que na oportunidade abordou sobre a importância da Batucada, manifestação folclórica genuinamente estanciana, para a construção e manutenção do cenário cultural Estanciano.
A Mesa Redonda contou ainda com a participação das Escolas Haroldo Rocha, e Júlio César Leite, foguteiros, do agente Cultural José Carlos, apresentação da batucada Porto D' Areia, muita dança e conhecimento na semana que antecede o início dos festejos da Cidade Berço da Cultura Sergipana.

A valorização da Cultura Estanciana é uma marca da gestão municipal. Através do projeto Educação Patrimonial, a Secretaria Municipal da Cultura e Turismo mantém uma série de atividades que enaltecem e evidência diversos aspectos da cultura estanciana. A exemplo da Mesa Redonda: "Do Pisa Pólvora a Batucada", realizado na tarde desta terça-feira (28), no Memorial da Cultura.
A ação educativa foi realizada com os alunos do Colégio Magistral, onde  promoveu um importante debate envolvendo os elementos  embrionários dos festejos juninos da cidade que realiza o São João Mais Cultural do Brasil.
"O Memorial da Cultura é importante instrumento voltado para a construção  da identidade cultural de nossa população. Eu fico muito feliz que de foram permanente envolvemos nossas crianças no debate e na transmissão do conhecimento sobre os valores culturais incendiários dos estancianos", disse o prefeito Gilson Andrade.  
O debate foi mediado pelo professor Antônio Nero (ou Neto), coordenador do Colégio Magistral e do Colégio Gumercindo Bessa, e pelo historiador Fernando Valério que na oportunidade abordou sobre a importância da Batucada, manifestação folclórica genuinamente estanciana, para a construção e manutenção do cenário cultural Estanciano.
A Mesa Redonda contou ainda com a participação das Escolas Haroldo Rocha, e Júlio César Leite, foguteiros, do agente Cultural José Carlos, apresentação da batucada Porto D' Areia, muita dança e conhecimento na semana que antecede o início dos festejos da Cidade Berço da Cultura Sergipana.