Assembleia Legislativa debate Marcha das Margaridas 2019

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/05/2019 às 23:08:00

 

Por iniciativa do deputado estadual Iran Barbosa (PT), o Grande Expediente da Sessão Ordinária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira foi dedicado ao debate sobre a realização da "Marcha das Margaridas 2019". O tema foi abordado pela Secretária das Mulheres Trabalhadoras Rurais da FETASE, Maria Aires Nascimento.
Com o lema "Margaridas na Luta por um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e livre de violência", este ano a Marcha das Margaridas ocorrerá nos dias 13 e 14 de agosto, em Brasília, e é considerada a maior mobilização de mulheres da América Latina.
A palestrante apresentou o que é a Marcha, suas principais bandeiras, quem são essas mulheres, como se organizam, quais os seus eixos políticos, além de fazer uma retrospectiva histórica de todas as edições da Marcha.
"Em um cenário de desmonte do Estado brasileiro, faz-se necessário, cada vez mais, legitimar as pautas e as demandas as mulheres trabalhadoras rurais por direito de viver dignamente no campo. É um grande momento de mobilização com o objetivo de intensificar a luta para que a gente possa conquistar dias melhores para o nosso país", disse Aires, agradecendo ao mandato do deputado Iran o Requerimento apresentado para a realização da palestra. 
O deputado Iran Barbosa destacou a importância da luta das mulheres trabalhadoras rurais, da floresta, das águas, do campo e da cidade.
"É um movimento que, nesta 6ª edição, além da defesa da democracia, da igualdade e dos direitos sociais da população brasileira, a Marcha será uma demonstração de força da resistência frente à violência do agronegócio que, agora com apoio do próprio Governo Federal, investe contra a agricultura familiar camponesa e o meio ambiente, e envenena a população com o uso de agrotóxicos", pontuou.

Por iniciativa do deputado estadual Iran Barbosa (PT), o Grande Expediente da Sessão Ordinária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira foi dedicado ao debate sobre a realização da "Marcha das Margaridas 2019". O tema foi abordado pela Secretária das Mulheres Trabalhadoras Rurais da FETASE, Maria Aires Nascimento.
Com o lema "Margaridas na Luta por um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e livre de violência", este ano a Marcha das Margaridas ocorrerá nos dias 13 e 14 de agosto, em Brasília, e é considerada a maior mobilização de mulheres da América Latina.
A palestrante apresentou o que é a Marcha, suas principais bandeiras, quem são essas mulheres, como se organizam, quais os seus eixos políticos, além de fazer uma retrospectiva histórica de todas as edições da Marcha.
"Em um cenário de desmonte do Estado brasileiro, faz-se necessário, cada vez mais, legitimar as pautas e as demandas as mulheres trabalhadoras rurais por direito de viver dignamente no campo. É um grande momento de mobilização com o objetivo de intensificar a luta para que a gente possa conquistar dias melhores para o nosso país", disse Aires, agradecendo ao mandato do deputado Iran o Requerimento apresentado para a realização da palestra. 
O deputado Iran Barbosa destacou a importância da luta das mulheres trabalhadoras rurais, da floresta, das águas, do campo e da cidade.
"É um movimento que, nesta 6ª edição, além da defesa da democracia, da igualdade e dos direitos sociais da população brasileira, a Marcha será uma demonstração de força da resistência frente à violência do agronegócio que, agora com apoio do próprio Governo Federal, investe contra a agricultura familiar camponesa e o meio ambiente, e envenena a população com o uso de agrotóxicos", pontuou.