O esquecimento das paixões

Cultura


  • Um dos nomes mais expressivos da cena artística mundial

 

O esquecimento das paixões
Miguel de Almeida dirigiu o documentário sobre um dos nomes mais expressivos da cena artística mundial: Tunga, escultor, desenhista, artista performático. Tunga também foi o primeiro artista contemporâneo do mundo a expor no Louvre, em Paris.
Em cartaz, no Cinema Vitória, com exibição na segunda-feira, às 14 horas.

Miguel de Almeida dirigiu o documentário sobre um dos nomes mais expressivos da cena artística mundial: Tunga, escultor, desenhista, artista performático. Tunga também foi o primeiro artista contemporâneo do mundo a expor no Louvre, em Paris.
Em cartaz, no Cinema Vitória, com exibição na segunda-feira, às 14 horas.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS