Alunos da rede estadual são destaques no Paratletismo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/06/2019 às 22:55:00

 

Os alunos Victor Barreto (19) e Kelianny dos Santos (14) do Colégio Estadual Senador Leite Neto, e Luciele Carolaine Brito, de 14 anos, do Centro de Excelência Vitória de Santa Maria, foram os destaques do paratletismo dos Jogos Escolares da TV Sergipe 2019.  O sucesso proveniente do talento dos estudantes também foi inspirado no projeto de paratletismo do Colégio Estadual Senador Leite Neto, implementado em 2009 e coordenado pelo professor Antônio Júnior.
O aluno Victor foi ouro no dardo e no peso e bronze nos 100 metros na categoria paratletismo juvenil. Já a aluna Kelianny foi ouro nos 100, 300 e nos 1.000 metros na categoria paratletismo infanto. Nesta mesma categoria a aluna Luciele foi ouro no arremesso de peso e lançamento de pelota.
O projeto do professor Antônio Júnior inicialmente teve como intuito levar o esporte para os alunos com deficiência física ou intelectual. "O trabalho começou lá em 2009, apenas com o intuito da inclusão, mas a superação desses meninos de lá para cá foi tão grande que hoje a gente trabalha com o atletismo para alto rendimento", conta.
Ele explicou também que o aluno já vem se destacando em diversas competições, inclusive nacionais, desde de 2017. A aluna Kelianny já participou de duas olimpíadas escolares e participou de um campi nacional de treinamento em 2018, e agora em 2019 foi convidada novamente.
"Nós já estamos colocando esses estudantes para competirem no regular. Muitos deles estão fazendo marcas superiores aos alunos ditos normais", explica o professor.

Os alunos Victor Barreto (19) e Kelianny dos Santos (14) do Colégio Estadual Senador Leite Neto, e Luciele Carolaine Brito, de 14 anos, do Centro de Excelência Vitória de Santa Maria, foram os destaques do paratletismo dos Jogos Escolares da TV Sergipe 2019.  O sucesso proveniente do talento dos estudantes também foi inspirado no projeto de paratletismo do Colégio Estadual Senador Leite Neto, implementado em 2009 e coordenado pelo professor Antônio Júnior.
O aluno Victor foi ouro no dardo e no peso e bronze nos 100 metros na categoria paratletismo juvenil. Já a aluna Kelianny foi ouro nos 100, 300 e nos 1.000 metros na categoria paratletismo infanto. Nesta mesma categoria a aluna Luciele foi ouro no arremesso de peso e lançamento de pelota.
O projeto do professor Antônio Júnior inicialmente teve como intuito levar o esporte para os alunos com deficiência física ou intelectual. "O trabalho começou lá em 2009, apenas com o intuito da inclusão, mas a superação desses meninos de lá para cá foi tão grande que hoje a gente trabalha com o atletismo para alto rendimento", conta.
Ele explicou também que o aluno já vem se destacando em diversas competições, inclusive nacionais, desde de 2017. A aluna Kelianny já participou de duas olimpíadas escolares e participou de um campi nacional de treinamento em 2018, e agora em 2019 foi convidada novamente.
"Nós já estamos colocando esses estudantes para competirem no regular. Muitos deles estão fazendo marcas superiores aos alunos ditos normais", explica o professor.