Sergipanos participam do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 06/06/2019 às 23:10:00

 

Sete gestores públicos 
municipais representa-
ram Sergipe na etapa nacional do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, cuja solenidade de entrega foi realizada na noite desta quarta-feira (05), em Brasília. Os prefeitos de Itabaianinha, Campo do Brito, Umbaúba, Nossa Senhora das Dores, Cristinápolis, Amparo de São Francisco e Tobias Barreto foram os escolhidos por terem vencido a etapa estadual da disputa.
O Prêmio busca reconhecer as prefeituras que implantaram projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao fortalecimento dos pequenos negócios, com base na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico, ambiental e social dos seus municípios.
Na edição deste ano, foram inscritos 1.160 projetos de 23 estados (não participaram Acre, Amazonas, Goiás e Distrito Federal), sendo que 1.130 foram habilitados. Na etapa estadual, foram 160 vencedores, entre eles os sete sergipanos.
A disputa é dividida em oito categorias: políticas públicas para o desenvolvimento dos pequenos negócios; cooperação intermunicipal para o desenvolvimento econômico; compras governamentais de pequenos negócios; pequenos negócios no campo; inovação e sustentabilidade; empreendedorismo nas escolas; desburocratização e implementação da Redesimples; inclusão produtiva e apoio ao microempreendedor individual (MEI).
Para definir os finalistas, uma comissão formada por colaboradores do Sebrae fez uma pré-seleção dos 160 projetos vencedores estaduais. Os 51 projetos com maiores notas foram submetidos à comissão julgadora nacional, formada por parceiros do Sebrae e por especialistas nos pequenos negócios. Todas as avaliações foram realizadas com base em uma matriz de pontuação, com critérios específicos de cada categoria.
Em Campo do Brito, o projeto finalista teve como foco o estímulo aos produtores rurais. Em Itabaianinha, o destaque foi para a elaboração de projetos de lei que contribuem para desenvolvimento dos pequenos negócios.  Já em Umbaúba o reconhecimento veio por conta do projeto de inovação e sustentabilidade promovido junto aos produtores rurais.
Na cidade de Nossa Senhora das Dores o destaque foi para o projeto de compras governamentais, enquanto que em Amparo do São Francisco foram valorizadas as políticas de cooperação intermunicipal para o desenvolvimento econômico.
Em Tobias Barreto, por sua vez, o destaque ficou para as ações de desburocratização e implementação da RedeSimples. Já em Cristinápolis foi valorizado o trabalho de inclusão produtiva e apoio ao MEI.

Sete gestores públicos  municipais representa- ram Sergipe na etapa nacional do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, cuja solenidade de entrega foi realizada na noite desta quarta-feira (05), em Brasília. Os prefeitos de Itabaianinha, Campo do Brito, Umbaúba, Nossa Senhora das Dores, Cristinápolis, Amparo de São Francisco e Tobias Barreto foram os escolhidos por terem vencido a etapa estadual da disputa.
O Prêmio busca reconhecer as prefeituras que implantaram projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao fortalecimento dos pequenos negócios, com base na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento econômico, ambiental e social dos seus municípios.
Na edição deste ano, foram inscritos 1.160 projetos de 23 estados (não participaram Acre, Amazonas, Goiás e Distrito Federal), sendo que 1.130 foram habilitados. Na etapa estadual, foram 160 vencedores, entre eles os sete sergipanos.
A disputa é dividida em oito categorias: políticas públicas para o desenvolvimento dos pequenos negócios; cooperação intermunicipal para o desenvolvimento econômico; compras governamentais de pequenos negócios; pequenos negócios no campo; inovação e sustentabilidade; empreendedorismo nas escolas; desburocratização e implementação da Redesimples; inclusão produtiva e apoio ao microempreendedor individual (MEI).
Para definir os finalistas, uma comissão formada por colaboradores do Sebrae fez uma pré-seleção dos 160 projetos vencedores estaduais. Os 51 projetos com maiores notas foram submetidos à comissão julgadora nacional, formada por parceiros do Sebrae e por especialistas nos pequenos negócios. Todas as avaliações foram realizadas com base em uma matriz de pontuação, com critérios específicos de cada categoria.
Em Campo do Brito, o projeto finalista teve como foco o estímulo aos produtores rurais. Em Itabaianinha, o destaque foi para a elaboração de projetos de lei que contribuem para desenvolvimento dos pequenos negócios.  Já em Umbaúba o reconhecimento veio por conta do projeto de inovação e sustentabilidade promovido junto aos produtores rurais.
Na cidade de Nossa Senhora das Dores o destaque foi para o projeto de compras governamentais, enquanto que em Amparo do São Francisco foram valorizadas as políticas de cooperação intermunicipal para o desenvolvimento econômico.
Em Tobias Barreto, por sua vez, o destaque ficou para as ações de desburocratização e implementação da RedeSimples. Já em Cristinápolis foi valorizado o trabalho de inclusão produtiva e apoio ao MEI.