Marta está fora do Brasil na estreia contra Jamaica

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/06/2019 às 14:29:00

 

A atacante Marta, seis vezes melhor do mundo e principal destaque do time brasileiro, está definitivamente fora do jogo de estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da França, contra a Jamaica, partida que está marcada para as 10h30 (horário de Brasília), da manhã deste domingo (9), em Grenoble.
Na teoria, a Seleção Brasileira feminina está pronta para sua estreia na Copa do Mundo da categoria, porque, na prática, o time convocado pelo técnico Vadão vem de uma série terrível de resultados negativos, sofreu três cortes desde a primeira convocação para a competição e Marta, seis vezes eleita a melhor jogadora do mundo, ainda se recupera de uma lesão e foi vetada para o jogo de hoje. 
Neste cenário caótico, a única boa notícia é que a seleção canarinho fará sua estreia contra a Jamaica, na teoria, seleção mais fraca do Grupo C e de toda a Copa do Mundo. 
Sem apresentar o favoritismo de outros tempos e apostando na experiência de Formiga, que aos 41 anos vai para sua sétima Copa do Mundo em 24 anos de Seleção Brasileira, a equipe está pronta para a estreia. Sem Marta, a incansável veterana terá a missão de liderar a equipe. Os problemas dentro e fora de campo, entretanto, não deverão afetar a equipe em sua estreia, neste domingo, contra a Jamaica, que é considerada a equipe mais fraca do torneio.

A atacante Marta, seis vezes melhor do mundo e principal destaque do time brasileiro, está definitivamente fora do jogo de estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da França, contra a Jamaica, partida que está marcada para as 10h30 (horário de Brasília), da manhã deste domingo (9), em Grenoble.
Na teoria, a Seleção Brasileira feminina está pronta para sua estreia na Copa do Mundo da categoria, porque, na prática, o time convocado pelo técnico Vadão vem de uma série terrível de resultados negativos, sofreu três cortes desde a primeira convocação para a competição e Marta, seis vezes eleita a melhor jogadora do mundo, ainda se recupera de uma lesão e foi vetada para o jogo de hoje. 
Neste cenário caótico, a única boa notícia é que a seleção canarinho fará sua estreia contra a Jamaica, na teoria, seleção mais fraca do Grupo C e de toda a Copa do Mundo. 
Sem apresentar o favoritismo de outros tempos e apostando na experiência de Formiga, que aos 41 anos vai para sua sétima Copa do Mundo em 24 anos de Seleção Brasileira, a equipe está pronta para a estreia. Sem Marta, a incansável veterana terá a missão de liderar a equipe. Os problemas dentro e fora de campo, entretanto, não deverão afetar a equipe em sua estreia, neste domingo, contra a Jamaica, que é considerada a equipe mais fraca do torneio.