Seleção Feminina mantém 100% em estreias em Copas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 11/06/2019 às 07:51:00

 

Três pontos na conta e um aproveitamento perfeito em estreias para a Seleção Brasileira Feminina. Com o triunfo sobre a Jamaica por 3 a 0, neste domingo (9), o Brasil chegou à oitava vitória no primeiro jogo em oito edições de Copa do Mundo - um retrospecto de 100% desde o surgimento do Mundial, em 1991. O técnico Vadão avaliou a vitória do grupo e elogiou a postura das jogadoras brasileiras na partida, que deu ao Brasil a liderança do Grupo C.
- Fizemos um bom jogo, vencemos bem, é só o começo, não tem essa empolgação porque não ganhamos nada, mas arrancamos bem. Vai ser um jogo muito difícil agora com a Austrália - avaliou Vadão.
Cristiane marcou os três gols da Seleção contra as jamaicanas. Além de ter feito o primeiro hat-trick desta Copa, a camisa 11 ultrapassou Sissi e assumiu a vice-artilharia do Brasil no torneio. Se tratando das rodadas de estreia do Mundial, o placar mais comum das oito vitórias brasileiras é o 1 a 0 - visto nos triunfos contra Japão (1991), Suécia (1995) e Austrália (2011).

Três pontos na conta e um aproveitamento perfeito em estreias para a Seleção Brasileira Feminina. Com o triunfo sobre a Jamaica por 3 a 0, neste domingo (9), o Brasil chegou à oitava vitória no primeiro jogo em oito edições de Copa do Mundo - um retrospecto de 100% desde o surgimento do Mundial, em 1991. O técnico Vadão avaliou a vitória do grupo e elogiou a postura das jogadoras brasileiras na partida, que deu ao Brasil a liderança do Grupo C.
- Fizemos um bom jogo, vencemos bem, é só o começo, não tem essa empolgação porque não ganhamos nada, mas arrancamos bem. Vai ser um jogo muito difícil agora com a Austrália - avaliou Vadão.
Cristiane marcou os três gols da Seleção contra as jamaicanas. Além de ter feito o primeiro hat-trick desta Copa, a camisa 11 ultrapassou Sissi e assumiu a vice-artilharia do Brasil no torneio. Se tratando das rodadas de estreia do Mundial, o placar mais comum das oito vitórias brasileiras é o 1 a 0 - visto nos triunfos contra Japão (1991), Suécia (1995) e Austrália (2011).