São Cristóvão oferta atendimento médico no período da noite

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Unidade de Saúde de São Cristóvão que funciona com horário estendido
Unidade de Saúde de São Cristóvão que funciona com horário estendido

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 18/06/2019 às 23:59:00

 

As Unidades de Saú-
de da Família (USF) 
Jairo Teixeira (Centro Histórico), Massoud Jalali (Rosa Elze) e Maria José Figueroa (conjunto Eduardo Gomes) já estão funcionando em horário estendido, ofertando assim aos moradores a opção de consultas e procedimentos básicos no horário da noite. Em Sergipe, São Cristóvão se destaca por ser o primeiro município a ofertar essa opção para a população. De acordo com as especificidades do programa federal Saúde na Hora, que regulamenta a mudança, as unidades de saúde devem manter a composição mínima das equipes de Saúde da Família com: médico, enfermeiro, odontólogo e auxiliar de enfermagem, sem reduzir com isto o número de equipes que já atuam no município.
Normalmente, as USF atendem das 7h às 17h (área urbana), até às 16h (zona rural) e a partir de agora, nas três unidades citadas acima recepcionam os pacientes até às 19h (sem intervalo para o almoço). O Programa Saúde na Hora repassará verba federal para manutenção das três unidades de saúde, que contará também com incentivos municipais para efetivar essa mudança de horário.
 "Foi com muita alegria que vimos o nome de São Cristóvão constar na portaria do Ministério da Saúde, como a primeira e, até agora, única cidade de Sergipe a garantir a ampliação do horário das unidades de saúde, com três importantes unidades de nossa cidade abertas ano período da noite. Desde a semana passada implantamos o atendimento noturno e isto refletirá no dia a dia das pessoas facilitando o atendimento num horário mais flexível. Ressalto ainda que em nossa cidade já regularizamos o atendimento da Atenção Primária à Saúde, garantindo acesso da população à equipe médica completa, tanto pela manhã quanto pela tarde, em todas as nossas unidades. Isto foi uma grande conquista porque antes não tínhamos médico em algumas regiões. Agora nossos profissionais trabalham 40h para suprir as demandas dos pacientes de nossa cidade e são motivados para atenderem nossa população com amor, dedicação e qualidade", pontuou o prefeito.
Segundo o termo de compromisso assinado entre o município e o Ministério da Saúde, as USF Jairo Teixeira, Massoud Jalali e Maria José Figueroa devem garantir o acesso de primeiro contato ao cuidado na Atenção Primária à Saúde (APS) mais próximo aos locais de residência ou trabalho dos cidadãos, ofertando os mesmos serviços da APS durante todo o período de funcionamento da USF, garantindo ampliação do acesso às ações e serviços considerados essenciais na APS, como: imunização, pré-natal, puericultura, consultas médicas, de enfermagem e odontológicas, serviços de rastreamento populacional, cuidado à condições crônicas, grupos terapêuticos e de educação em saúde, visitas e atendimento domiciliares, procedimento, coletas de exames na USF, entre outras ações, por meio da ampliação do horário de funcionamento e cadastro da população.
De acordo com a diretora de Atenção Básica, Mayra Oliveira, a mudança no horário de atendimento vai refletir no número de atendimentos da Unidade 24h. "Já começamos o atendimento noturno desde a semana passada, como forma de analisar a adesão da população e adequação no cronograma de atendimentos. A partir de agora vamos começar a divulgar ainda mais essa opção de atendimento para os nossos pacientes. Estaremos assim estimulando a redução do volume de atendimentos de usuários de baixo risco em unidades de pronto atendimento e emergências hospitalares, como na Unidade 24h, por exemplo, deixando estes espaços para casos realmente urgentes", enfatizou.
Atualmente, São Cristóvão possui 14 USF e mais cinco Pontos de Atendimentos, além da Unidade 24h, dois Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e o Centro de Fisioterapia Dr. José Raimundo Aragão (Cefisio).

As Unidades de Saúde da Família (USF)  Jairo Teixeira (Centro Histórico), Massoud Jalali (Rosa Elze) e Maria José Figueroa (conjunto Eduardo Gomes) já estão funcionando em horário estendido, ofertando assim aos moradores a opção de consultas e procedimentos básicos no horário da noite. Em Sergipe, São Cristóvão se destaca por ser o primeiro município a ofertar essa opção para a população. De acordo com as especificidades do programa federal Saúde na Hora, que regulamenta a mudança, as unidades de saúde devem manter a composição mínima das equipes de Saúde da Família com: médico, enfermeiro, odontólogo e auxiliar de enfermagem, sem reduzir com isto o número de equipes que já atuam no município.
Normalmente, as USF atendem das 7h às 17h (área urbana), até às 16h (zona rural) e a partir de agora, nas três unidades citadas acima recepcionam os pacientes até às 19h (sem intervalo para o almoço). O Programa Saúde na Hora repassará verba federal para manutenção das três unidades de saúde, que contará também com incentivos municipais para efetivar essa mudança de horário.
 "Foi com muita alegria que vimos o nome de São Cristóvão constar na portaria do Ministério da Saúde, como a primeira e, até agora, única cidade de Sergipe a garantir a ampliação do horário das unidades de saúde, com três importantes unidades de nossa cidade abertas ano período da noite. Desde a semana passada implantamos o atendimento noturno e isto refletirá no dia a dia das pessoas facilitando o atendimento num horário mais flexível. Ressalto ainda que em nossa cidade já regularizamos o atendimento da Atenção Primária à Saúde, garantindo acesso da população à equipe médica completa, tanto pela manhã quanto pela tarde, em todas as nossas unidades. Isto foi uma grande conquista porque antes não tínhamos médico em algumas regiões. Agora nossos profissionais trabalham 40h para suprir as demandas dos pacientes de nossa cidade e são motivados para atenderem nossa população com amor, dedicação e qualidade", pontuou o prefeito.
Segundo o termo de compromisso assinado entre o município e o Ministério da Saúde, as USF Jairo Teixeira, Massoud Jalali e Maria José Figueroa devem garantir o acesso de primeiro contato ao cuidado na Atenção Primária à Saúde (APS) mais próximo aos locais de residência ou trabalho dos cidadãos, ofertando os mesmos serviços da APS durante todo o período de funcionamento da USF, garantindo ampliação do acesso às ações e serviços considerados essenciais na APS, como: imunização, pré-natal, puericultura, consultas médicas, de enfermagem e odontológicas, serviços de rastreamento populacional, cuidado à condições crônicas, grupos terapêuticos e de educação em saúde, visitas e atendimento domiciliares, procedimento, coletas de exames na USF, entre outras ações, por meio da ampliação do horário de funcionamento e cadastro da população.
De acordo com a diretora de Atenção Básica, Mayra Oliveira, a mudança no horário de atendimento vai refletir no número de atendimentos da Unidade 24h. "Já começamos o atendimento noturno desde a semana passada, como forma de analisar a adesão da população e adequação no cronograma de atendimentos. A partir de agora vamos começar a divulgar ainda mais essa opção de atendimento para os nossos pacientes. Estaremos assim estimulando a redução do volume de atendimentos de usuários de baixo risco em unidades de pronto atendimento e emergências hospitalares, como na Unidade 24h, por exemplo, deixando estes espaços para casos realmente urgentes", enfatizou.
Atualmente, São Cristóvão possui 14 USF e mais cinco Pontos de Atendimentos, além da Unidade 24h, dois Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e o Centro de Fisioterapia Dr. José Raimundo Aragão (Cefisio).