Três mortos nas rodovias durante feriado de São João

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Acidente grave em rodovia sergipana: imprudência durante festejos de São João
Acidente grave em rodovia sergipana: imprudência durante festejos de São João

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 26/06/2019 às 07:10:00

 

Milton Alves Júnior
A Polícia Rodoviária 
Federal (PRF) infor-
mouna manhã de ontem quem três pessoas morreram e outras 16 ficaram feridas após se envolverem em acidentes automotivos durante o feriado prolongado que teve início na última quinta-feira (20), dia de Corpus Christi, e seguiu até a madrugada de ontem, após festejos juninos dedicados a São João. No balanço geral apresentado pela corporação foi identificado que no decorrer dos seis dias de operação, ocorreram dez acidentes de trânsito nas rodovias federais que cortam o estado de Sergipe. Em relação ao mesmo período do ano passado, houve uma queda de 16% no número de ocorrências.
Todos os óbitos registrados ocorreram em três trechos da BR 101, sendo uma no município de Cristinápolis e as demais em território da cidade de Estância, ambos na região Sul do estado. As estatísticas federais indicam que ultrapassagens proibidas e excesso de velocidade foram as infrações mais recorrentes. De acordo com a PRF, 530 condutores foram notificados, sendo 103 por ultrapassagens proibidas e 364 veículos flagrados circulando acima da velocidade máxima permitida. As multas variam entre R$ 130,16 e R$ 880,41 (para as infrações de excesso de velocidade), e de R$ 880,41 a R$ 2.934,70 (para as infrações de ultrapassagens proibidas).
No quesito Lei Seca, a operação totalizou 920 testes de alcoolemia e 13 condutores foram flagrados dirigindo embriagados, nove deles foram conduzidos à delegacia. O destaque negativo desta etapa da operação unificada fica por conta de um condutor que foi flagrado com o teor alcoólico de 1,07 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões), um dos maiores índices já registrados pela PRF em Sergipe. Criada há 10 anos, a Lei Seca determina multa de R$ 2.934 e suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) caso o motorista seja flagrado com menos de 0,3 mg de álcool por litro de ar soprado ou se recuse a fazer o exame.
Rodovia estadual - A Operação São João realizada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) resultou na abordagem de 1.276 veículos de passeio, táxis, motocicletas, ônibus, caminhões e pessoas. Dois acidentes com vítimas fatais também foram notificados, sendo o primeiro registrado na SE-170, entre Campo do Brito e Itabaiana, onde vitimou um motociclista. Já o segundo óbito ocorreu na SE-175, entre os municípios de Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora da Glória, na altura do povoado Lagoa do Veado. Ainda em decorrência da operação, o BPRv efetuou 54 testes de etilômetro, que culminaram em quatro prisões por embriaguez, além de sete remoções de veículos, quatro apreensões de CRLV, dois recolhimentos de animais e uma apreensão de CNH.
Já na região da Grande Aracaju mais de 20 pessoas foram autuadas por dirigirem alcoolizadas durante os festejos juninos, especialmente, em Aracaju. Assim como as demais corporações militares, o balanço foi apresentado na manhã de ontem pela Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran), que também registrou treze acidentes com saldo de uma morte na capital sergipana no período. Quanto à Lei Seca, a operação flagrou e autuou 26 pessoas. Uma pessoa foi presa por embriaguez ao volante após a realização do teste do bafômetro. Treze acidentes foram registrados, doze pessoas ficaram feridas e uma morreu. Somente neste mês a CPTran contabiliza 54 acidentes com vítimas na capital e três mortes.

Milton Alves Júnior

A Polícia Rodoviária  Federal (PRF) infor- mouna manhã de ontem quem três pessoas morreram e outras 16 ficaram feridas após se envolverem em acidentes automotivos durante o feriado prolongado que teve início na última quinta-feira (20), dia de Corpus Christi, e seguiu até a madrugada de ontem, após festejos juninos dedicados a São João. No balanço geral apresentado pela corporação foi identificado que no decorrer dos seis dias de operação, ocorreram dez acidentes de trânsito nas rodovias federais que cortam o estado de Sergipe. Em relação ao mesmo período do ano passado, houve uma queda de 16% no número de ocorrências.
Todos os óbitos registrados ocorreram em três trechos da BR 101, sendo uma no município de Cristinápolis e as demais em território da cidade de Estância, ambos na região Sul do estado. As estatísticas federais indicam que ultrapassagens proibidas e excesso de velocidade foram as infrações mais recorrentes. De acordo com a PRF, 530 condutores foram notificados, sendo 103 por ultrapassagens proibidas e 364 veículos flagrados circulando acima da velocidade máxima permitida. As multas variam entre R$ 130,16 e R$ 880,41 (para as infrações de excesso de velocidade), e de R$ 880,41 a R$ 2.934,70 (para as infrações de ultrapassagens proibidas).
No quesito Lei Seca, a operação totalizou 920 testes de alcoolemia e 13 condutores foram flagrados dirigindo embriagados, nove deles foram conduzidos à delegacia. O destaque negativo desta etapa da operação unificada fica por conta de um condutor que foi flagrado com o teor alcoólico de 1,07 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões), um dos maiores índices já registrados pela PRF em Sergipe. Criada há 10 anos, a Lei Seca determina multa de R$ 2.934 e suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) caso o motorista seja flagrado com menos de 0,3 mg de álcool por litro de ar soprado ou se recuse a fazer o exame.

Rodovia estadual - A Operação São João realizada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) resultou na abordagem de 1.276 veículos de passeio, táxis, motocicletas, ônibus, caminhões e pessoas. Dois acidentes com vítimas fatais também foram notificados, sendo o primeiro registrado na SE-170, entre Campo do Brito e Itabaiana, onde vitimou um motociclista. Já o segundo óbito ocorreu na SE-175, entre os municípios de Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora da Glória, na altura do povoado Lagoa do Veado. Ainda em decorrência da operação, o BPRv efetuou 54 testes de etilômetro, que culminaram em quatro prisões por embriaguez, além de sete remoções de veículos, quatro apreensões de CRLV, dois recolhimentos de animais e uma apreensão de CNH.
Já na região da Grande Aracaju mais de 20 pessoas foram autuadas por dirigirem alcoolizadas durante os festejos juninos, especialmente, em Aracaju. Assim como as demais corporações militares, o balanço foi apresentado na manhã de ontem pela Companhia de Policiamento de Trânsito (CPTran), que também registrou treze acidentes com saldo de uma morte na capital sergipana no período. Quanto à Lei Seca, a operação flagrou e autuou 26 pessoas. Uma pessoa foi presa por embriaguez ao volante após a realização do teste do bafômetro. Treze acidentes foram registrados, doze pessoas ficaram feridas e uma morreu. Somente neste mês a CPTran contabiliza 54 acidentes com vítimas na capital e três mortes.