Orquestra Jovem encerra semestre com apresentação no Arraiá do Povo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/06/2019 às 23:07:00

 

A Orquestra Jovem de Sergipe finalizou as atividades do primeiro semestre no último dia 20, com um belo concerto junino. Na oportunidade, as crianças, adolescentes e jovens que participam do projeto foram aclamados pelo público, na abertura do Arraiá do Povo, no Encontro Nordestino de Cultura, uma das maiores celebrações juninas da capital. O Arraiá, que acontece na Orla de Atalaia, reúne conhecidos nomes da música sergipana e brasileira e pela primeira vez teve a participação da Orquestra Jovem.
A aluna de contrabaixo, Júlia Correia, ficou encantada com a recepção do público. "Eles aplaudiram, cantaram junto e nos prestigiaram, fiquei muito feliz com a oportunidade de poder levar a nossa música para tanta gente", comemora. Durante esses primeiros meses, o projeto ofereceu aulas de canto coral, violino, violoncelo, viola, contrabaixo, percussão e teoria musical, individuais e coletivas, para 140 meninos e meninas, moradores dos bairros Santa Maria e do 17 de Março. Além disso, a iniciativa 'Orquestra nas Escolas', levou música para diferentes escolas do Santa Maria.
Foram muitos os convites ao longo do primeiro semestre, como na Sociedade Filarmônica de Sergipe - SOFISE, em comemoração ao aniversário da instituição, e na ACADEPOL, durante o I Encontro de Corregedorias Ligadas à Segurança Pública, levando a música da Orquestra para diferentes públicos. "Fizemos três apresentações didáticas em escolas do bairro e seis apresentações para o público geral. Atingimos quase 1000 pessoas durante as apresentações, além das quase 25 mil pessoas que estavam no Arraiá do Povo no dia 20", destacou o maestro e coordenador musical da Orquestra, Marcio Bonifácio. 
 Em 2019 o projeto fez seleção para novos integrantes e recebeu 78 novos alunos. Esse ano, a novidade são as turmas de musicalização, com crianças entre 7 e 9 anos, que aprendem música de uma forma mais lúdica. "Nós tivemos o maior número de inserções de novos integrantes desde o início do projeto. E finalizar esse semestre com uma grande apresentação no Encontro Nordestino de Cultura, pela primeira vez, com quase 25 mil pessoas prestigiando a Orquestra no Arraiá do Povo, com um repertório todo junino, foi um momento de grande confraternização", disse o coordenador geral da Orquestra, Eder Getirana.

A Orquestra Jovem de Sergipe finalizou as atividades do primeiro semestre no último dia 20, com um belo concerto junino. Na oportunidade, as crianças, adolescentes e jovens que participam do projeto foram aclamados pelo público, na abertura do Arraiá do Povo, no Encontro Nordestino de Cultura, uma das maiores celebrações juninas da capital. O Arraiá, que acontece na Orla de Atalaia, reúne conhecidos nomes da música sergipana e brasileira e pela primeira vez teve a participação da Orquestra Jovem.
A aluna de contrabaixo, Júlia Correia, ficou encantada com a recepção do público. "Eles aplaudiram, cantaram junto e nos prestigiaram, fiquei muito feliz com a oportunidade de poder levar a nossa música para tanta gente", comemora. Durante esses primeiros meses, o projeto ofereceu aulas de canto coral, violino, violoncelo, viola, contrabaixo, percussão e teoria musical, individuais e coletivas, para 140 meninos e meninas, moradores dos bairros Santa Maria e do 17 de Março. Além disso, a iniciativa 'Orquestra nas Escolas', levou música para diferentes escolas do Santa Maria.
Foram muitos os convites ao longo do primeiro semestre, como na Sociedade Filarmônica de Sergipe - SOFISE, em comemoração ao aniversário da instituição, e na ACADEPOL, durante o I Encontro de Corregedorias Ligadas à Segurança Pública, levando a música da Orquestra para diferentes públicos. "Fizemos três apresentações didáticas em escolas do bairro e seis apresentações para o público geral. Atingimos quase 1000 pessoas durante as apresentações, além das quase 25 mil pessoas que estavam no Arraiá do Povo no dia 20", destacou o maestro e coordenador musical da Orquestra, Marcio Bonifácio. 
 Em 2019 o projeto fez seleção para novos integrantes e recebeu 78 novos alunos. Esse ano, a novidade são as turmas de musicalização, com crianças entre 7 e 9 anos, que aprendem música de uma forma mais lúdica. "Nós tivemos o maior número de inserções de novos integrantes desde o início do projeto. E finalizar esse semestre com uma grande apresentação no Encontro Nordestino de Cultura, pela primeira vez, com quase 25 mil pessoas prestigiando a Orquestra no Arraiá do Povo, com um repertório todo junino, foi um momento de grande confraternização", disse o coordenador geral da Orquestra, Eder Getirana.