Em briga de surdos-mudos, um é esfaqueado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 20/06/2012 às 15:36:00

Um homem foi esfaqueado depois de discutir com outro às 18h de anteontem no estacionamento de um supermercado da rede Bompreço no bairro Siqueira Campos (zona oeste de Aracaju). Jean Carlos Rodrigues, 34 anos, foi ferido com quatro golpes na altura do peito e está internado em estado grave no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). O autor do ataque, Arivaldo Uberlino Santana, 58, foi preso em flagrante ainda no local. Um detalhe curioso chamou a atenção: os dois envolvidos são surdos-mudos e tiveram dificuldades para dar seus esclarecimentos à polícia.
A ocorrência foi registrada na Delegacia Plantonista (Centro), onde a cunhada de Arivaldo, uma advogada, serviu de intérprete durante o depoimento do acusado. A esposa dele testemunhou a briga e também esteve na delegacia, mas também é portadora de deficiência auditiva, o que complicou ainda mais a situação dos policiais que atenderam a ocorrência. Os três só conseguem se comunicar através da Libras (Linguagem Brasileira de Sinais).
Com a chegada da advogada, a polícia conseguiu entender o motivo da confusão e como ela aconteceu. Jean, Arivaldo e a esposa iam fazer compras no supermercado quando tentaram estacionar em uma vaga reservada a idosos e portadores de deficiência. Os dois se desentenderam e, por meio de gestos, acabaram discutindo. Arivaldo admitiu que, após a briga, entrou no supermercado para comprar uma faca peixeira de cabo marrom e, depois de pagar a conta, voltou para seu carro, abriu a embalagem e atacou Jean, ferindo-o. "O fato dele ter ido ao supermercado e comprado a faca, mostra que houve premeditação do crime", destacou o delegado plantonista Marcos Garcia.
Na delegacia, Uberlino admitiu que "perdeu a cabeça" ao cometer o crime, mas alegou que, durante a discussão, Jean teria xingado sua esposa, além de fazer várias provocações que o deixaram muito irritado. Após a briga, o rapaz esfaqueado foi levado ao hospital por uma ambulância do Samu e o acusado foi preso por policiais militares de um Posto de Atendimento ao Cidadão (PAC) situado na Praça Dom José Thomaz. Arivaldo foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio qualificado e está preso, aguardando decisão da Justiça. A polícia ainda aguarda uma melhora no estado de saúde de Jean para tentar colher o seu depoimento.