Sampaio Corrêa tem novo técnico: João Brigatti

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 27/06/2019 às 22:47:00

 

O Sampaio Correa terá como principal novidade para a partida contra o Confiança, a estreia do novo treinador, João Brigatti. Ele tem 55 anos, e chega com o seu auxiliar técnico, Junior Amorim. O novo treinador boliviano embarcou para São Luís na manhã desta quinta-feira, onde chegou no fim da tarde. A apresentação do novo treinador acontecerá na sexta-feira, no CT José Carlos Macieira, em horário a ser definido pela diretoria. Brigatti comanda o treino apronto da equipe nesta sexta-feira e dirige o time domingo contra o Confiança.
Julinho Camargo - Após uma longa reunião, na manhã da quarta-feira, o presidente Sergio Frota confirmou o desligamento do técnico Julinho Camargo, que comandou o Sampaio pela última vez na derrota de 3×0 para o Imperatriz. O presidente agradeceu o treinador pela dedicação e serviços prestados, mas afirmou que era o momento de uma mudança de comando: 
"Agradeço ao Julinho pela dedicação e profissionalismo que demonstrou durante todo esse período no clube, mas entendo que era o momento de uma oxigenada. Reconheço que foi uma decisão difícil, no entanto, era preciso agir rápido, principalmente numa competição rápida como a Série C. Deixa as portas abertas, com certeza", frisou.

O Sampaio Correa terá como principal novidade para a partida contra o Confiança, a estreia do novo treinador, João Brigatti. Ele tem 55 anos, e chega com o seu auxiliar técnico, Junior Amorim. O novo treinador boliviano embarcou para São Luís na manhã desta quinta-feira, onde chegou no fim da tarde. A apresentação do novo treinador acontecerá na sexta-feira, no CT José Carlos Macieira, em horário a ser definido pela diretoria. Brigatti comanda o treino apronto da equipe nesta sexta-feira e dirige o time domingo contra o Confiança.
Julinho Camargo - Após uma longa reunião, na manhã da quarta-feira, o presidente Sergio Frota confirmou o desligamento do técnico Julinho Camargo, que comandou o Sampaio pela última vez na derrota de 3×0 para o Imperatriz. O presidente agradeceu o treinador pela dedicação e serviços prestados, mas afirmou que era o momento de uma mudança de comando: 
"Agradeço ao Julinho pela dedicação e profissionalismo que demonstrou durante todo esse período no clube, mas entendo que era o momento de uma oxigenada. Reconheço que foi uma decisão difícil, no entanto, era preciso agir rápido, principalmente numa competição rápida como a Série C. Deixa as portas abertas, com certeza", frisou.