Assaltantes invadem sede da Emdagro e tomam reféns

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 27/06/2019 às 23:12:00

 

Dois homens armados fizeram um assalto por volta das 6h de ontem na sede da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), no bairro Capucho (zona oeste). Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, os criminosos entraram na área da repartição pelos fundos, onde teriam pulado um muro, e tomaram como refém uma mulher que é proprietária da cantina que funciona na sede do órgão, no momento em que ela chegava para trabalhar. 
Com a mulher rendida, os bandidos foram direto para a guarita da portaria e tentaram render os três vigilantes que estavam trocando o plantão, exigindo que eles entregassem as armas e os coletes. No entanto, os vigilantes se recusaram a atender à ordem e dispararam tiros para o alto. A dupla de ladrões teria se assustado e, após soltar a refém, fugiu de bicicleta para uma área de matagal. 
Dois dos seguranças ficaram para atender a dona da cantina e o terceiro correu até a sede do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), a poucos metros da Emdagro, onde pediu ajuda. Equipes da unidade e de outros batalhões, como o de Radiopatrulha (BPRp), foram rapidamente ao local e fizeram rondas em busca dos criminosos, que não foram encontrados. O tenente-coronel Deny Ricardo, comandante do BPRv, disse acreditar que os criminosos estariam usando armas de brinquedo. Uma queixa foi prestada na 8ª Delegacia Metropolitana (8ª DM), que deve investigar o caso. 

Dois homens armados fizeram um assalto por volta das 6h de ontem na sede da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), no bairro Capucho (zona oeste). Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, os criminosos entraram na área da repartição pelos fundos, onde teriam pulado um muro, e tomaram como refém uma mulher que é proprietária da cantina que funciona na sede do órgão, no momento em que ela chegava para trabalhar. 
Com a mulher rendida, os bandidos foram direto para a guarita da portaria e tentaram render os três vigilantes que estavam trocando o plantão, exigindo que eles entregassem as armas e os coletes. No entanto, os vigilantes se recusaram a atender à ordem e dispararam tiros para o alto. A dupla de ladrões teria se assustado e, após soltar a refém, fugiu de bicicleta para uma área de matagal. 
Dois dos seguranças ficaram para atender a dona da cantina e o terceiro correu até a sede do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), a poucos metros da Emdagro, onde pediu ajuda. Equipes da unidade e de outros batalhões, como o de Radiopatrulha (BPRp), foram rapidamente ao local e fizeram rondas em busca dos criminosos, que não foram encontrados. O tenente-coronel Deny Ricardo, comandante do BPRv, disse acreditar que os criminosos estariam usando armas de brinquedo. Uma queixa foi prestada na 8ª Delegacia Metropolitana (8ª DM), que deve investigar o caso.