Casa do Iphan realiza exposições na área de arquitetura e folclore

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 02/07/2019 às 22:42:00

 

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), localizada no Centro Histórico, recebe três exposições com trabalhos realizados por alunos do curso de arquitetura da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Além destas, a casa do Iphan em São Cristóvão apresenta aos turistas e público sancristovense, a exposição de bonecas temáticas. 
 Andando pelas salas da casa do Iphan o visitante pode acompanhar a reprodução em maquetes a obra do italiano Andrea Palladio, um dos mais influentes personagens da história da arquitetura Ocidental, uma exposição sobre a teoria das cores, com imagens de prédios históricos e outra sobre a arquitetura moderna de Aracaju.
 "Nosso objetivo é ir até as escolas e atrair os alunos para dentro do Iphan. Queremos aproximar e familiarizar o público sobre a arquitetura e a importância de entender sobre ela. Para se ensinar educação patrimonial é preciso apresentar aos estudantes a arquitetura e suas referencias", destacou a chefe do escritório técnico do Iphan em são Cristóvão, Tamyres Fontenele.
 Além de acompanhar um pouco sobre a história da arquitetura, o visitante é recebido pela exposição das bonecas de pano, anteriormente realizada na Casa das Tintas Jardins, em Aracaju. As bonecas que integram a mostra tem temática religiosas.

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), localizada no Centro Histórico, recebe três exposições com trabalhos realizados por alunos do curso de arquitetura da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Além destas, a casa do Iphan em São Cristóvão apresenta aos turistas e público sancristovense, a exposição de bonecas temáticas. 
 Andando pelas salas da casa do Iphan o visitante pode acompanhar a reprodução em maquetes a obra do italiano Andrea Palladio, um dos mais influentes personagens da história da arquitetura Ocidental, uma exposição sobre a teoria das cores, com imagens de prédios históricos e outra sobre a arquitetura moderna de Aracaju.
 "Nosso objetivo é ir até as escolas e atrair os alunos para dentro do Iphan. Queremos aproximar e familiarizar o público sobre a arquitetura e a importância de entender sobre ela. Para se ensinar educação patrimonial é preciso apresentar aos estudantes a arquitetura e suas referencias", destacou a chefe do escritório técnico do Iphan em são Cristóvão, Tamyres Fontenele.
 Além de acompanhar um pouco sobre a história da arquitetura, o visitante é recebido pela exposição das bonecas de pano, anteriormente realizada na Casa das Tintas Jardins, em Aracaju. As bonecas que integram a mostra tem temática religiosas.