Holanda desafia os EUA na final do Mundial feminino

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Holanda desafia os EUA na decisão da Copa do Mundo de Futebol Feminino
Holanda desafia os EUA na decisão da Copa do Mundo de Futebol Feminino

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 06/07/2019 às 14:42:00

 

Seleção laranja, atual campeã da Europa, lutará pelo título em sua segunda participação em Copas do Mundo depois de derrotar a Suécia. Os Estados Unidos fazem a final da Copa do Mundo feminina neste domingo em Lyon (12h, hora de Brasília. A Holanda chegou à final com a vitória contra a Suécia por 1x0, com um gol na prorrogação em um jogo interminável. Jackie Groenen marcou em um chute de direita.
A Holanda é a atual campeã da Europa. Nos últimos quatro anos, teve um crescimento espetacular. Ninguém no início do torneio apostava na Holanda como finalista. O time conseguiu depois de superar Suécia, Itália e Japão e depois de vencer todas as partidas da fase de grupos. Não sem críticas, ao menos na imprensa holandesa, pelo seu futebol. Descuidado na defesa, com boa pegada, mas sem nada de criação.
"O fato de sermos campeãs da Europa nos deu visibilidade e aqui estamos experimentando o que é ter o foco no nosso jogo", se defendeu Sarina Wiegman, a técnica holandesa, na entrevista coletiva antes da semifinal. 

Seleção laranja, atual campeã da Europa, lutará pelo título em sua segunda participação em Copas do Mundo depois de derrotar a Suécia. Os Estados Unidos fazem a final da Copa do Mundo feminina neste domingo em Lyon (12h, hora de Brasília. A Holanda chegou à final com a vitória contra a Suécia por 1x0, com um gol na prorrogação em um jogo interminável. Jackie Groenen marcou em um chute de direita.
A Holanda é a atual campeã da Europa. Nos últimos quatro anos, teve um crescimento espetacular. Ninguém no início do torneio apostava na Holanda como finalista. O time conseguiu depois de superar Suécia, Itália e Japão e depois de vencer todas as partidas da fase de grupos. Não sem críticas, ao menos na imprensa holandesa, pelo seu futebol. Descuidado na defesa, com boa pegada, mas sem nada de criação.
"O fato de sermos campeãs da Europa nos deu visibilidade e aqui estamos experimentando o que é ter o foco no nosso jogo", se defendeu Sarina Wiegman, a técnica holandesa, na entrevista coletiva antes da semifinal.