Muita festa nos 50 anos do Batistão

Esporte


  • O editor de esportes do Jornal do Dia, Givaldo Batista, foi um dos cronistas esportivos homenageados

  • O ex-governador Jackson Barreto, foi um dos homenageados com a medalha do Cinquentenário do Batistão

 

A forte chuva que caiu 
na manhã desta ter-
ça-feira (9), em Aracaju, não diminuiu o entusiasmo e a motivação, dos que compareceram à Arena Batistão, para prestigiar o início das festividades dos 50 anos daquela praça de esportes. Autoridades, servidores, colaboradores e os cronistas homenageados, assistiram à alvorada festiva com a queima de fogos e participaram emocionados, da missa em Ação de Graças, celebrada pelo padre Marcelo Conceição.
 Logo cedo, o público da redondeza do Batistão foi acordado com a queima de fogos. Era o primeiro sinal de que a terça-feira, 9, seria um dia de festa, de comemorações para todos os sergipanos.
Na homilia, o Padre Marcelo Conceição destacou o fato de ser o Batistão um espaço onde todos se reúnem, sem distinção de raça, cor e religião. "Aqui é um lugar de paz. As famílias se reúnem não só em momentos de lazer, mas também sociais e religiosos. Parabenizo a superintendente Mariana Dantas, por lembrar de começar essa grande festa com uma missa, para abençoar todas aqueles que fazem desta casa um lugar de paz e união", lembrou o celebrante, que se sentiu honrado em fazer parte das festividades. 
O padre Marcelo foi um dos homenageados com a medalha dos 50 Anos do Batistão, juntamente com os cronistas esportivos, jornalistas e radialistas, que naquele 9 de julho de 1969 disponibilizaram espaços nos programas matinais das emissoras de rádio e televisão, entrevistando os presentes à inauguração da principal praça de esportes do Estado: o Estádio Lourival Baptista.
 "Eu me emociono sempre. Falar do Batistão, da sua história, da festa de sua inauguração é reviver os grandes momentos do esporte sergipano. Por isso, preparamos uma grande festa, com vários momentos, atrações e homenagens, promovendo um resgate e mostrando o que essa praça de esportes representa para todos os sergipanos", comemorou a superintendente Mariana Dantas.
Homenageados - Entre outros cronistas esportivos, foram homenageados Antônio Barbosa, Raimundo Luís da Silva, representado por Custódio Santana; Cicero Barreto, representado por Antônio Vieira (Pixilinga); Givaldo Batista, Reinaldo Moura, Gilvan Fontes, Antônio Menezes de Moura, este representado por Geraldo Chagas Ramos; Paulo Roberto da Silva Lima e Paulo Williams.
 O ex-governador Jackson Barreto, a quem coube gerenciar a principal obra de reforma que transformou antigo Batistão em um estádio de concepção moderna, uma arena multiuso, foi também um dos homenageados na manhã desta terça-feira.
 "Essa homenagem eu transfiro com todo o carinho para os servidores desta praça de esporte. Eu tenho um carinho todo especial pelo Batistão. Foi no meu governo que realizamos a maior obra de reforma, por que esta praça de esportes passou, transformando na concepção atual de arena esportiva. Sei do carinho que vocês têm pelo Batistão. Por isso, aproveito para compartilhar essa homenagem com todos vocês que fizeram e ainda fazem do Batistão, a maior e mais importante praça de esportes do estado e uma das principais do Nordeste", disse Jackson Barreto.
Programação - As festividades dos 50 anos do Batistão tiveram sequência à noite, quando foram homenageados autoridades, personalidades e atletas que marcaram a história dessa praça de esportes, a exemplo dos ex-governadores Lourival Batista e Paulo Barreto, o governador Belivaldo Chagas, os jornalistas Leó Filho e Hugo Costa e os atletas sergipanos que defenderam a seleção sergipana no jogo inaugural contra a Seleção Brasileira.

A forte chuva que caiu  na manhã desta ter- ça-feira (9), em Aracaju, não diminuiu o entusiasmo e a motivação, dos que compareceram à Arena Batistão, para prestigiar o início das festividades dos 50 anos daquela praça de esportes. Autoridades, servidores, colaboradores e os cronistas homenageados, assistiram à alvorada festiva com a queima de fogos e participaram emocionados, da missa em Ação de Graças, celebrada pelo padre Marcelo Conceição.
 Logo cedo, o público da redondeza do Batistão foi acordado com a queima de fogos. Era o primeiro sinal de que a terça-feira, 9, seria um dia de festa, de comemorações para todos os sergipanos.
Na homilia, o Padre Marcelo Conceição destacou o fato de ser o Batistão um espaço onde todos se reúnem, sem distinção de raça, cor e religião. "Aqui é um lugar de paz. As famílias se reúnem não só em momentos de lazer, mas também sociais e religiosos. Parabenizo a superintendente Mariana Dantas, por lembrar de começar essa grande festa com uma missa, para abençoar todas aqueles que fazem desta casa um lugar de paz e união", lembrou o celebrante, que se sentiu honrado em fazer parte das festividades. 
O padre Marcelo foi um dos homenageados com a medalha dos 50 Anos do Batistão, juntamente com os cronistas esportivos, jornalistas e radialistas, que naquele 9 de julho de 1969 disponibilizaram espaços nos programas matinais das emissoras de rádio e televisão, entrevistando os presentes à inauguração da principal praça de esportes do Estado: o Estádio Lourival Baptista.
 "Eu me emociono sempre. Falar do Batistão, da sua história, da festa de sua inauguração é reviver os grandes momentos do esporte sergipano. Por isso, preparamos uma grande festa, com vários momentos, atrações e homenagens, promovendo um resgate e mostrando o que essa praça de esportes representa para todos os sergipanos", comemorou a superintendente Mariana Dantas.

Homenageados - Entre outros cronistas esportivos, foram homenageados Antônio Barbosa, Raimundo Luís da Silva, representado por Custódio Santana; Cicero Barreto, representado por Antônio Vieira (Pixilinga); Givaldo Batista, Reinaldo Moura, Gilvan Fontes, Antônio Menezes de Moura, este representado por Geraldo Chagas Ramos; Paulo Roberto da Silva Lima e Paulo Williams.
 O ex-governador Jackson Barreto, a quem coube gerenciar a principal obra de reforma que transformou antigo Batistão em um estádio de concepção moderna, uma arena multiuso, foi também um dos homenageados na manhã desta terça-feira.
 "Essa homenagem eu transfiro com todo o carinho para os servidores desta praça de esporte. Eu tenho um carinho todo especial pelo Batistão. Foi no meu governo que realizamos a maior obra de reforma, por que esta praça de esportes passou, transformando na concepção atual de arena esportiva. Sei do carinho que vocês têm pelo Batistão. Por isso, aproveito para compartilhar essa homenagem com todos vocês que fizeram e ainda fazem do Batistão, a maior e mais importante praça de esportes do estado e uma das principais do Nordeste", disse Jackson Barreto.

Programação - As festividades dos 50 anos do Batistão tiveram sequência à noite, quando foram homenageados autoridades, personalidades e atletas que marcaram a história dessa praça de esportes, a exemplo dos ex-governadores Lourival Batista e Paulo Barreto, o governador Belivaldo Chagas, os jornalistas Leó Filho e Hugo Costa e os atletas sergipanos que defenderam a seleção sergipana no jogo inaugural contra a Seleção Brasileira.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS