Ginástica Artística nos Jogos da Juventude em 2020

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A presidente da CBG, Luciene Resende, ouviu do presidente do COB, Paulo Wanderley, a confirmação da GA, nos Jogos da Juventude
A presidente da CBG, Luciene Resende, ouviu do presidente do COB, Paulo Wanderley, a confirmação da GA, nos Jogos da Juventude

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 12/07/2019 às 22:31:00

 

A Ginástica Artística Feminina e Masculina, passarão a integrar o programa esportivo dos Jogos Escolares da Juventude, a partir da edição de 2020. A confirmação foi feita na última quinta-feira (11), pelo presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Paulo Wanderley, durante a assinatura do Termo de Compromisso, firmado entre o COB e a prefeitura de Blumenau, para a realização da etapa nacional do evento de 2019, marcada para acontecer entre 16 e 30 de novembro.
Para a presidente da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), Luciene Resende, a entrada da Ginástica Artística nos Jogos Escolares da Juventude, terá um reflexo extremamente positivo no desenvolvimento da modalidade. 
 - É com muita alegria que recebemos a notícia sobre da inclusão da Ginástica Artística Feminina e Masculina nos Jogos Escolares da Juventude - 2020, o maior evento do esporte estudantil do Brasil. Integrar essa competição irá nos possibilitar, além de trabalhar a massificação da modalidade, junto às escolas públicas e privadas do ensino fundamental e médio, promove a inclusão social e a detecção de novos talentos. É mais um sonho que se realiza para nossa entidade. Agradecemos ao COB por atender a esta solicitação da CBG", disse a presidente da CBG.
Os Jogos Escolares já contam com um total de 14 modalidades esportivas compondo o programa de competições. São elas o atletismo, badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia, wrestling e xadrez. Além da Ginástica Artística, o taekwondo também foi incluído para a edição de 2020.
Anualmente, os Jogos Escolares da Juventude reúnem mais de dois milhões de estudantes, nas seletivas municipais e estaduais, abrangendo cerca de 40 mil escolas públicas e privadas. A fase nacional, que é organizada pelo COB, conta com cerca de seis mil alunos, entre 12 e 17 anos, representando todo o Brasil.

A Ginástica Artística Feminina e Masculina, passarão a integrar o programa esportivo dos Jogos Escolares da Juventude, a partir da edição de 2020. A confirmação foi feita na última quinta-feira (11), pelo presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Paulo Wanderley, durante a assinatura do Termo de Compromisso, firmado entre o COB e a prefeitura de Blumenau, para a realização da etapa nacional do evento de 2019, marcada para acontecer entre 16 e 30 de novembro.
Para a presidente da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), Luciene Resende, a entrada da Ginástica Artística nos Jogos Escolares da Juventude, terá um reflexo extremamente positivo no desenvolvimento da modalidade. 
 - É com muita alegria que recebemos a notícia sobre da inclusão da Ginástica Artística Feminina e Masculina nos Jogos Escolares da Juventude - 2020, o maior evento do esporte estudantil do Brasil. Integrar essa competição irá nos possibilitar, além de trabalhar a massificação da modalidade, junto às escolas públicas e privadas do ensino fundamental e médio, promove a inclusão social e a detecção de novos talentos. É mais um sonho que se realiza para nossa entidade. Agradecemos ao COB por atender a esta solicitação da CBG", disse a presidente da CBG.
Os Jogos Escolares já contam com um total de 14 modalidades esportivas compondo o programa de competições. São elas o atletismo, badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia, wrestling e xadrez. Além da Ginástica Artística, o taekwondo também foi incluído para a edição de 2020.
Anualmente, os Jogos Escolares da Juventude reúnem mais de dois milhões de estudantes, nas seletivas municipais e estaduais, abrangendo cerca de 40 mil escolas públicas e privadas. A fase nacional, que é organizada pelo COB, conta com cerca de seis mil alunos, entre 12 e 17 anos, representando todo o Brasil.