Paraatletas sergipanos competem em São Paulo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/07/2019 às 14:35:00

 

Sob o comando do professor e técnico Ivan Secundo, uma equipe de paraateltas sergipanos, participa em São Paulo, no Centro de Treinamento do Comitê Paralímpico Brasileiro da 2ª. Etapa Circuito Caixa Brasil de Natação. As disputam iniciadas no sábado (13) se encerram neste domingo. A competição reúne 273 nadadores de 18 estados e do Distrito Federal no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.
Sergipe será representado pelos paranadadores Josevan Luís, Leda Maria, Júlia Lourenço, Ewellin Caetano e Adriano Laisa. Eles conquistaram vaga para competição em São Paulo, com base no desempenho apresentado e nos índices conquistados Norte-Nordeste, realizado em João Pessoa. Julia Lourenço, aluna do Colégio Tobias Barreto por exemplo, é uma das esperanças de medalha em São Paulo. Ela bateu os seis índices no Norte-Nordeste.
Outro nome de destaque é Josevan Luís, aluno da EM Honorino Costa, da cidade de Nossa Senhora do Socorro, bateu os três índices em João Pessoa. Leda Maria, que integra a Seleção Brasileira de Jovens, é outro nome que pode se destacar na competição em São Paulo.  
    
O Circuito Brasil Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e patrocinado pelas Loterias Caixa. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de natação. Composto por quatro fases regionais e duas nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades.
Para o professor Ivan Secundo, a Paranatação no Estado de Sergipe tem evoluído bastante. "O ano passado nós batemos sete índices do Brasileiro, e este ano já batemos quase o dobro. Foram 13 índices na etapa Norte-Nordeste. A modalidade reúne alunos principalmente da escola pública estadual e com um número excepcional de 60 alunos. São alunos geralmente da periferia de Aracaju, com muitas dificuldades. Mas a gente dá todo o suporte. Temos algumas parcerias, que ajudam bastante", revela Ivan Secundo.  
Quanto ao deslocamento da equipe sergipana para São Paulo, Secundo disse que conta com apoio total do Governo do Estado, através da SEDUC/SEE. "Desde o início do projeto contamos com o apoio do governo estadual. Este ano recorremos à superintendente Mariana Dantas, que prontamente nos atendeu liberando as passagens. Sem esse apoio nossa participação seria quase impossível".
A competição em São Paulo é de um nível muito elevado com a participação dos 26 estados e o Distrito Federal com os grandes nomes da paranatação brasileira. "Nessas competições do CPB, estão incluídos os maiores nomes. Portanto é difícil a gente fazer um prognostico. São atletas de olimpíadas e mundiais. Mas a gente quer ficar entre os 10 melhores", concluiu com otimismo Ivan Secundo. 

Sob o comando do professor e técnico Ivan Secundo, uma equipe de paraateltas sergipanos, participa em São Paulo, no Centro de Treinamento do Comitê Paralímpico Brasileiro da 2ª. Etapa Circuito Caixa Brasil de Natação. As disputam iniciadas no sábado (13) se encerram neste domingo. A competição reúne 273 nadadores de 18 estados e do Distrito Federal no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.
Sergipe será representado pelos paranadadores Josevan Luís, Leda Maria, Júlia Lourenço, Ewellin Caetano e Adriano Laisa. Eles conquistaram vaga para competição em São Paulo, com base no desempenho apresentado e nos índices conquistados Norte-Nordeste, realizado em João Pessoa. Julia Lourenço, aluna do Colégio Tobias Barreto por exemplo, é uma das esperanças de medalha em São Paulo. Ela bateu os seis índices no Norte-Nordeste.
Outro nome de destaque é Josevan Luís, aluno da EM Honorino Costa, da cidade de Nossa Senhora do Socorro, bateu os três índices em João Pessoa. Leda Maria, que integra a Seleção Brasileira de Jovens, é outro nome que pode se destacar na competição em São Paulo.      O Circuito Brasil Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e patrocinado pelas Loterias Caixa. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de natação. Composto por quatro fases regionais e duas nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades.
Para o professor Ivan Secundo, a Paranatação no Estado de Sergipe tem evoluído bastante. "O ano passado nós batemos sete índices do Brasileiro, e este ano já batemos quase o dobro. Foram 13 índices na etapa Norte-Nordeste. A modalidade reúne alunos principalmente da escola pública estadual e com um número excepcional de 60 alunos. São alunos geralmente da periferia de Aracaju, com muitas dificuldades. Mas a gente dá todo o suporte. Temos algumas parcerias, que ajudam bastante", revela Ivan Secundo.  
Quanto ao deslocamento da equipe sergipana para São Paulo, Secundo disse que conta com apoio total do Governo do Estado, através da SEDUC/SEE. "Desde o início do projeto contamos com o apoio do governo estadual. Este ano recorremos à superintendente Mariana Dantas, que prontamente nos atendeu liberando as passagens. Sem esse apoio nossa participação seria quase impossível".
A competição em São Paulo é de um nível muito elevado com a participação dos 26 estados e o Distrito Federal com os grandes nomes da paranatação brasileira. "Nessas competições do CPB, estão incluídos os maiores nomes. Portanto é difícil a gente fazer um prognostico. São atletas de olimpíadas e mundiais. Mas a gente quer ficar entre os 10 melhores", concluiu com otimismo Ivan Secundo.