Brasil inicia participação no Mundial de GR

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 19/07/2019 às 22:23:00

 

Começou nesta sexta-feira (19) a primeira edição do Campeonato Mundial de Ginástica Rítmica Juvenil. A competição está sendo disputada em Moscou, na Rússia, e contará com a participação do Brasil, que enviou uma delegação composta por dez ginastas, que participarão das provas individuais e por conjunto. As terão início a partir das 3h (horário de Brasília).
Nesta sexta-feira, as garotas brasileiras disputaram a qualificatória individual nos aparelhos corda e bola. No conjunto, o Brasil participa da qualificação das cinco fitas. No sábado (20), haverá a qualificatória individual nas maças e na fita, enquanto o conjunto disputará a eliminatória dos cinco arcos. As finais por aparelho (individual e conjunto) irão acontecer no domingo (21).
"As meninas treinaram bastante, estão bonitas, mas tudo é muito novo para elas. Então, esperamos fazer um bom campeonato e que elas saiam felizes da quadra. Nosso objetivo maior é mostrar um bom trabalho", afirmou Juliana Dias Coradine Castilho, chefe da delegação brasileira no Mundial.

Começou nesta sexta-feira (19) a primeira edição do Campeonato Mundial de Ginástica Rítmica Juvenil. A competição está sendo disputada em Moscou, na Rússia, e contará com a participação do Brasil, que enviou uma delegação composta por dez ginastas, que participarão das provas individuais e por conjunto. As terão início a partir das 3h (horário de Brasília).
Nesta sexta-feira, as garotas brasileiras disputaram a qualificatória individual nos aparelhos corda e bola. No conjunto, o Brasil participa da qualificação das cinco fitas. No sábado (20), haverá a qualificatória individual nas maças e na fita, enquanto o conjunto disputará a eliminatória dos cinco arcos. As finais por aparelho (individual e conjunto) irão acontecer no domingo (21).
"As meninas treinaram bastante, estão bonitas, mas tudo é muito novo para elas. Então, esperamos fazer um bom campeonato e que elas saiam felizes da quadra. Nosso objetivo maior é mostrar um bom trabalho", afirmou Juliana Dias Coradine Castilho, chefe da delegação brasileira no Mundial.