Foragido morto em Capela era suspeito de 15 assassinatos

Cidades

 

Policiais civis lotados na Delegacia de Capela (Vale do Cotinguiba) detalharam ontem as investigações contra José Wilton Barros dos Santos, de 36 anos, suspeito de chefiar o tráfico de drogas no município em Capela e ser mandante de vários homicídios. Ele morreu depois de entrar em confronto com agentes da delegacia local. A ação contou com o apoio da Coordenadoria da Polícia Civil do Interior (CPMI) e do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM).
Durante alguns dias foi feita uma varredura de campo e levantamentos. Na manhã da quinta-feira, os policiais conseguiram a comprovação de que José Wilton estava sozinho e armado na própria residência. "Dispúnhamos de mandado de prisão e fomos cumprir. Quando estávamos fazendo o cerco na casa e adentramos na residência, ele disparou disparos contra a força policial, os policiais precisaram revidar e José Wilton foi atingido. Os policiais o socorreram, mas ele veio a óbito no hospital", explicou o delegado Wanderson Bastos.
O delegado destacou ainda que o foragido era considerado de alta periculosidade. "Com a retirada de José de circulação pretendemos identificar outros participantes no tráfico de drogas e envolvidos em homicídios na cidade de Capela", concluiu o delegado.José era responsável por cerca de 80% do tráfico no município de Capela e em cidades adjacentes. O homem tem envolvimento em cerca de 15 homicídios, seja executando as vítimas ou determinando a morte das pessoas", afirmou.

Policiais civis lotados na Delegacia de Capela (Vale do Cotinguiba) detalharam ontem as investigações contra José Wilton Barros dos Santos, de 36 anos, suspeito de chefiar o tráfico de drogas no município em Capela e ser mandante de vários homicídios. Ele morreu depois de entrar em confronto com agentes da delegacia local. A ação contou com o apoio da Coordenadoria da Polícia Civil do Interior (CPMI) e do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM).
Durante alguns dias foi feita uma varredura de campo e levantamentos. Na manhã da quinta-feira, os policiais conseguiram a comprovação de que José Wilton estava sozinho e armado na própria residência. "Dispúnhamos de mandado de prisão e fomos cumprir. Quando estávamos fazendo o cerco na casa e adentramos na residência, ele disparou disparos contra a força policial, os policiais precisaram revidar e José Wilton foi atingido. Os policiais o socorreram, mas ele veio a óbito no hospital", explicou o delegado Wanderson Bastos.
O delegado destacou ainda que o foragido era considerado de alta periculosidade. "Com a retirada de José de circulação pretendemos identificar outros participantes no tráfico de drogas e envolvidos em homicídios na cidade de Capela", concluiu o delegado.José era responsável por cerca de 80% do tráfico no município de Capela e em cidades adjacentes. O homem tem envolvimento em cerca de 15 homicídios, seja executando as vítimas ou determinando a morte das pessoas", afirmou.


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS