Confirmada mais uma morte por dengue no Estado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
PREFEITURA DE ARACAJU AGILIZA APLICAÇÃO DE FUMACÊ NOS BAIRROS ONDE A INFESTÇÃO DO MOSQUITO É MAIOR
PREFEITURA DE ARACAJU AGILIZA APLICAÇÃO DE FUMACÊ NOS BAIRROS ONDE A INFESTÇÃO DO MOSQUITO É MAIOR

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 23/07/2019 às 07:12:00

 

A coordenadora da Vi-
gilância Epidemioló-
gica do Estado, Mércia Feitosa, informou ontem que exames comprovaram que a morte de uma mulher, de 32 anos, moradora do Bairro Industrial em Aracaju, foi em virtude da doença. Ela morreu no mês de junho em um hospital da capital sergipana. Foram confirmados 1.645 casos de dengue no estado.
Cinco crianças e dois adultos já morreram com o mesmo diagnóstico em Sergipe desde o início do ano. Os casos foram registrados nas cidades de Aracaju, Monte Alegre, Feira Nova, Nossa Senhora das Dores e Nossa Senhora de Lourdes.
Combate ao mosquito - A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), ampliará, nesta semana, as ações de combate ao Aedes aegypti nos bairros Industrial e Santo Antônio. Essa mobilização faz parte do Plano de Intensificação das Ações de combate ao Aedes e busca evitar epidemias e óbitos em decorrência das doenças transmitidas pelo mosquito - dengue, zika e chikungunya.
"Estamos intensificando as ações de visitas domiciliares noturnas, orientando sobre como evitar os criadouros do mosquito. Hoje [22] e amanhã [23] estaremos na rua São João no bairro Santo Antônio. Já na quarta e quinta-feira [24 e 25] a equipe da Saúde fará as mesmas ações no Bairro Industrial", informou o gerente do Programa Municipal de Controle do Aedes aegypti da SMS, Jeferson Santana.
Ainda de acordo com o gerente, as pessoas precisam ficar em alerta, pois muitas acabam não prestando atenção a possíveis criadouros do mosquisto que possam existir dentro de suas residências. "A orientação que damos aos nossos agentes é de que, durante as visitas, eles incentivem as pessoas a terem participação ativa nesse combate, pois cabe ao morador fazer a verificação diária para evitar novos criadouros em suas casas", destacou Jeferson.
A aplicação do fumacê costal é uma ação padronizada pelo Ministério da Saúde, de responsabilidade dos municípios. Em Aracaju, os agentes de endemias da SMS, com a máquina nas costas, aplicam um produto específico para combater o mosquito do Aedes aegypti. Isso acontece quando a Saúde é notificada de casos suspeitos ou comprovados de dengue, zika ou chikungunya em uma região específica.
"As equipes do fumacê costal estiveram na segunda no bairro América. Na terça, 23, será a vez do bairro Suissa; quarta, 24, no bairro Farolândia; e quinta, 25, no bairro Industrial. Cada dupla de agente atua entre quatro e sete quarteirões. Esse serviço é sempre executado das 17h às 19h, porque é nesse horário em que ocorre uma maior movimentação vetorial do mosquito. É um trabalho que ajuda a comunidade nesse combate", esclareceu.
Próximo Mutirão - Desde o início do Plano de Intensificação de Controle do Aedes, a Prefeitura de Aracaju já realizou três mutirões aos sábados. O primeiro ocorreu no bairro Japãozinho, o segundo no bairro Santa Maria e o terceiro no Olaria. No próximo sábado, dia 27, será a vez o bairro José Conrado de Araújo, onde o ponto de encontro da equipe será a Unidade Básica de Saúde (UBS) João Cardoso Nascimento Júnior, antigo Centro Social Urbano (CSU), na rua Alagoas, 2.051, às 7h30.

A coordenadora da Vi- gilância Epidemioló- gica do Estado, Mércia Feitosa, informou ontem que exames comprovaram que a morte de uma mulher, de 32 anos, moradora do Bairro Industrial em Aracaju, foi em virtude da doença. Ela morreu no mês de junho em um hospital da capital sergipana. Foram confirmados 1.645 casos de dengue no estado.
Cinco crianças e dois adultos já morreram com o mesmo diagnóstico em Sergipe desde o início do ano. Os casos foram registrados nas cidades de Aracaju, Monte Alegre, Feira Nova, Nossa Senhora das Dores e Nossa Senhora de Lourdes.

Combate ao mosquito - A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), ampliará, nesta semana, as ações de combate ao Aedes aegypti nos bairros Industrial e Santo Antônio. Essa mobilização faz parte do Plano de Intensificação das Ações de combate ao Aedes e busca evitar epidemias e óbitos em decorrência das doenças transmitidas pelo mosquito - dengue, zika e chikungunya.
"Estamos intensificando as ações de visitas domiciliares noturnas, orientando sobre como evitar os criadouros do mosquito. Hoje [22] e amanhã [23] estaremos na rua São João no bairro Santo Antônio. Já na quarta e quinta-feira [24 e 25] a equipe da Saúde fará as mesmas ações no Bairro Industrial", informou o gerente do Programa Municipal de Controle do Aedes aegypti da SMS, Jeferson Santana.
Ainda de acordo com o gerente, as pessoas precisam ficar em alerta, pois muitas acabam não prestando atenção a possíveis criadouros do mosquisto que possam existir dentro de suas residências. "A orientação que damos aos nossos agentes é de que, durante as visitas, eles incentivem as pessoas a terem participação ativa nesse combate, pois cabe ao morador fazer a verificação diária para evitar novos criadouros em suas casas", destacou Jeferson.
A aplicação do fumacê costal é uma ação padronizada pelo Ministério da Saúde, de responsabilidade dos municípios. Em Aracaju, os agentes de endemias da SMS, com a máquina nas costas, aplicam um produto específico para combater o mosquito do Aedes aegypti. Isso acontece quando a Saúde é notificada de casos suspeitos ou comprovados de dengue, zika ou chikungunya em uma região específica.
"As equipes do fumacê costal estiveram na segunda no bairro América. Na terça, 23, será a vez do bairro Suissa; quarta, 24, no bairro Farolândia; e quinta, 25, no bairro Industrial. Cada dupla de agente atua entre quatro e sete quarteirões. Esse serviço é sempre executado das 17h às 19h, porque é nesse horário em que ocorre uma maior movimentação vetorial do mosquito. É um trabalho que ajuda a comunidade nesse combate", esclareceu.

Próximo Mutirão - Desde o início do Plano de Intensificação de Controle do Aedes, a Prefeitura de Aracaju já realizou três mutirões aos sábados. O primeiro ocorreu no bairro Japãozinho, o segundo no bairro Santa Maria e o terceiro no Olaria. No próximo sábado, dia 27, será a vez o bairro José Conrado de Araújo, onde o ponto de encontro da equipe será a Unidade Básica de Saúde (UBS) João Cardoso Nascimento Júnior, antigo Centro Social Urbano (CSU), na rua Alagoas, 2.051, às 7h30.