Aracaju pode sediar finais da Copa NE Sub 20

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, fez uma prestação de contas das visitas à CBF, Federação Paulista e às Brasília
O presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, fez uma prestação de contas das visitas à CBF, Federação Paulista e às Brasília

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/07/2019 às 15:14:00

 

O presidente da Fe-
deração Sergipana 
de Futebol (FSF) Milton Dantas, já retornou a Aracaju depois do seu giro pelo Sul, sudeste e centro do país. Milton Dantas participou de reuniões na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na Federação Paulista de Futebol (FPF) e em Brasília, participou do evento que comemorou o Dia Nacional do Futebol, com o presidente Bolsonaro. E o presidente retornou com muitas novidades para o futebol sergipano.
No Rio de Janeiro, um dos assuntos tratados foi sobre a regularização do terreno, que está sendo adquirido para instalação do Centro de Treinamento e futura sede da FSF. Esse empreendimento é um dos legados da Copa do Mundo de 2014. 
 - O terreno já foi adquirido na Barra dos Coqueiros. Levamos toda a documentação e agora já não existe mais nenhuma pendência. A perspectiva é que daqui a dois anos O CT esteja sendo inaugurado. Já escolhemos inclusive o nome do CT. A pessoa que será homenageada. Mas vamos deixar para anunciá-lo em outra oportunidade, quando oficializada a compra e o início da construção - revelou o presidente.   
Ainda no Rio de Janeiro, Milton Dantas informou que acompanhou duas audiências no TJD. Uma do Itabaiana e a do julgamento do recurso da assistente Vaneide Góis. "Autorizamos que a mesma se deslocasse até o Rio de Janeiro, para não ser julgada à revelia como foi da primeira vez. E o que se viu foi que se fez justiça e Vaneide foi absolvida. Politicamente, isso foi muito bom para o futebol sergipano. Pessoalmente para Vaneide foi melhor ainda", informou Milton Dantas.
O presidente participou de reuniões sobre a Copa do Nordeste. A princípio existe a possiblidade de pelo terceiro ano consecutivo, Aracaju sediar as fases semifinais e finais da competição Sub 20. "Tratamos também da reformulação e do novo formato do calendário de 2020. Os estaduais da forma como terminaram este ano não podem começar em 2020. Em sua maioria estão sendo deficitários. Não só para as federações, mas também para os clubes. Nós temos que estudar uma fórmula de oxigenar os estaduais. Temos que encontrar um meio termo, para melhorar a Copa do Nordeste e incrementar os estaduais", pontuou o presidente.
O presidente disse que houve várias reuniões com o Departamento de Competições da CBF. Milton Dantas e Mauro Carmelo, do Ceará representaram as federações do Nordeste. 
- Diante disso, tiramos alguns pontos que serão debatidos na reunião marcada para o dia 2 de agosto, em São Luís no Maranhão, só com os presidentes de federações do Nordeste, sem a presença da Liga e da CBF. Claro que quem vai bater o martelo é a CBF. Mas vamos levar um documento, no sentido de viabilizar essas duas competições, que são realizadas paralelamente. Para que possamos ter essas duas competições fortes - adiantou Milton Dantas.
Milton Dantas fez uma avaliação da participação do Confiança no Brasileiro da Série C.  "Nós temos conversados com os dirigentes não só do Confiança, mas do Sergipe, do Itabaiana. Lamentamos a eliminação do Itabaiana, principalmente pelo que o clube fez, pelo apoio da torcida, pelo trabalho dos seus dirigentes. Nós vimos que o Itabaiana teve condições de reverter aquele placar. Mas lamentavelmente, as oportunidades criadas não foram concluídas com perfeição".
Sobre o Confiança, o presidente disse que tem conversado com o presidente Yago França, com a comissão técnica e com os atletas. "A federação tem acompanhado de perto os jogos da Desportiva Confiança, no sentido de conquistarmos o tão sonhado acesso, que já bateu na porta três vezes. Mas o que a gente vê hoje é que o time está fazendo o dever de casa. Está vencendo e convencendo e acima de tudo, existe muita humildade dentro do elenco. Eles sabem que não conquistaram nada ainda e por isso, caminham com os pés no chão", concluiu Milton Dantas, que ontem mais uma vez prestigiou o Confiança, na partida contra o Náutico em Recife.

O presidente da Fe- deração Sergipana  de Futebol (FSF) Milton Dantas, já retornou a Aracaju depois do seu giro pelo Sul, sudeste e centro do país. Milton Dantas participou de reuniões na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na Federação Paulista de Futebol (FPF) e em Brasília, participou do evento que comemorou o Dia Nacional do Futebol, com o presidente Bolsonaro. E o presidente retornou com muitas novidades para o futebol sergipano.
No Rio de Janeiro, um dos assuntos tratados foi sobre a regularização do terreno, que está sendo adquirido para instalação do Centro de Treinamento e futura sede da FSF. Esse empreendimento é um dos legados da Copa do Mundo de 2014. 
 - O terreno já foi adquirido na Barra dos Coqueiros. Levamos toda a documentação e agora já não existe mais nenhuma pendência. A perspectiva é que daqui a dois anos O CT esteja sendo inaugurado. Já escolhemos inclusive o nome do CT. A pessoa que será homenageada. Mas vamos deixar para anunciá-lo em outra oportunidade, quando oficializada a compra e o início da construção - revelou o presidente.   
Ainda no Rio de Janeiro, Milton Dantas informou que acompanhou duas audiências no TJD. Uma do Itabaiana e a do julgamento do recurso da assistente Vaneide Góis. "Autorizamos que a mesma se deslocasse até o Rio de Janeiro, para não ser julgada à revelia como foi da primeira vez. E o que se viu foi que se fez justiça e Vaneide foi absolvida. Politicamente, isso foi muito bom para o futebol sergipano. Pessoalmente para Vaneide foi melhor ainda", informou Milton Dantas.
O presidente participou de reuniões sobre a Copa do Nordeste. A princípio existe a possiblidade de pelo terceiro ano consecutivo, Aracaju sediar as fases semifinais e finais da competição Sub 20. "Tratamos também da reformulação e do novo formato do calendário de 2020. Os estaduais da forma como terminaram este ano não podem começar em 2020. Em sua maioria estão sendo deficitários. Não só para as federações, mas também para os clubes. Nós temos que estudar uma fórmula de oxigenar os estaduais. Temos que encontrar um meio termo, para melhorar a Copa do Nordeste e incrementar os estaduais", pontuou o presidente.
O presidente disse que houve várias reuniões com o Departamento de Competições da CBF. Milton Dantas e Mauro Carmelo, do Ceará representaram as federações do Nordeste. 
- Diante disso, tiramos alguns pontos que serão debatidos na reunião marcada para o dia 2 de agosto, em São Luís no Maranhão, só com os presidentes de federações do Nordeste, sem a presença da Liga e da CBF. Claro que quem vai bater o martelo é a CBF. Mas vamos levar um documento, no sentido de viabilizar essas duas competições, que são realizadas paralelamente. Para que possamos ter essas duas competições fortes - adiantou Milton Dantas.
Milton Dantas fez uma avaliação da participação do Confiança no Brasileiro da Série C.  "Nós temos conversados com os dirigentes não só do Confiança, mas do Sergipe, do Itabaiana. Lamentamos a eliminação do Itabaiana, principalmente pelo que o clube fez, pelo apoio da torcida, pelo trabalho dos seus dirigentes. Nós vimos que o Itabaiana teve condições de reverter aquele placar. Mas lamentavelmente, as oportunidades criadas não foram concluídas com perfeição".
Sobre o Confiança, o presidente disse que tem conversado com o presidente Yago França, com a comissão técnica e com os atletas. "A federação tem acompanhado de perto os jogos da Desportiva Confiança, no sentido de conquistarmos o tão sonhado acesso, que já bateu na porta três vezes. Mas o que a gente vê hoje é que o time está fazendo o dever de casa. Está vencendo e convencendo e acima de tudo, existe muita humildade dentro do elenco. Eles sabem que não conquistaram nada ainda e por isso, caminham com os pés no chão", concluiu Milton Dantas, que ontem mais uma vez prestigiou o Confiança, na partida contra o Náutico em Recife.