Confiança inicia semana de olho no Botafogo-PB

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O goleiro Genivaldo, o zagueiro Vinicius Simon e o lateral esquerdo Radar, aproveitaram de folga para um desafio na corrida de kart
O goleiro Genivaldo, o zagueiro Vinicius Simon e o lateral esquerdo Radar, aproveitaram de folga para um desafio na corrida de kart

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 29/07/2019 às 22:53:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br 
A equipe do Confian
ça perdeu seu últi
mo jogo para o Náutico-PE foi um resultado atípico, devido as condições do gramado e as chuvas que caíram na cidade de Recife. Como é um tome de toque de bola, um time muito técnico, o Confiança foi quem mais sofreu com as condições do gramado. Mas apesar da derrota, o time sergipano permanece no G4. 
O Dragão está com 24 pontos ganhos, caiu para a terceira posição e tem como próximo adversário do Botafogo-PB. A partida está marcada para o domingo (4), no estádio Almeidão, em João Pessoa. O Botafogo por sua vez está com 18 pontos ganhos. Se vencer vai a 2'1 e começa a brigar pelo G4.
A reapresentação do elenco aconteceu na manhã desta segunda-feira (29), com revisão médica. À tarde, o treinador Daniel Paulista levou o grupo para um treinamento no campo da Unit. A ausência sentida nesse trabalho foi do volante Amaral. Devido ao esforço dispendido no pesado gramado dos Aflitos Amaral sentiu dores musculares, foi poupado dos treinos da segunda-feira, mas não chega a preocupar a Comissão Técnica para o jogo de domingo. Amaral deve retornar aos trabalhos, provavelmente na quarta-feira.
O treinador Daniel Paulista comunga com a opinião de todo o elenco e de quem compareceu sexta-feira ao campo dos Aflitos em Recife. O estado do gramado foi prejudicial para as pretensões do Confiança. "O gramado dificultou para ambas as equipes. Acho que o Confiança começou melhor o jogo, saiu na frente, teve boas oportunidades, mas aos poucos o Náutico foi se encontrando melhor dentro da condição do gramado. Aproveitou melhor as bolas alçadas na área e, principalmente, a bola parada. É aprender com essa derrota para que possamos nos quatro últimos jogos buscar a vaga - avaliou o técnico Daniel Paulista.
Sobre a partida de domingo, Daniel disse que o time vai em busca da vitória, somar os três pontos. Mas se não puder, o empate será bem recebido, porque o time terá dois jogos dentro de casa. "Se fizermos o dever de casa, chegaremos aos 30 pontos e com essa pontuação a classificação estará assegurada", avaliou o treinador Daniel Paulista.

A equipe do Confian ça perdeu seu últi mo jogo para o Náutico-PE foi um resultado atípico, devido as condições do gramado e as chuvas que caíram na cidade de Recife. Como é um tome de toque de bola, um time muito técnico, o Confiança foi quem mais sofreu com as condições do gramado. Mas apesar da derrota, o time sergipano permanece no G4. 
O Dragão está com 24 pontos ganhos, caiu para a terceira posição e tem como próximo adversário do Botafogo-PB. A partida está marcada para o domingo (4), no estádio Almeidão, em João Pessoa. O Botafogo por sua vez está com 18 pontos ganhos. Se vencer vai a 2'1 e começa a brigar pelo G4.
A reapresentação do elenco aconteceu na manhã desta segunda-feira (29), com revisão médica. À tarde, o treinador Daniel Paulista levou o grupo para um treinamento no campo da Unit. A ausência sentida nesse trabalho foi do volante Amaral. Devido ao esforço dispendido no pesado gramado dos Aflitos Amaral sentiu dores musculares, foi poupado dos treinos da segunda-feira, mas não chega a preocupar a Comissão Técnica para o jogo de domingo. Amaral deve retornar aos trabalhos, provavelmente na quarta-feira.
O treinador Daniel Paulista comunga com a opinião de todo o elenco e de quem compareceu sexta-feira ao campo dos Aflitos em Recife. O estado do gramado foi prejudicial para as pretensões do Confiança. "O gramado dificultou para ambas as equipes. Acho que o Confiança começou melhor o jogo, saiu na frente, teve boas oportunidades, mas aos poucos o Náutico foi se encontrando melhor dentro da condição do gramado. Aproveitou melhor as bolas alçadas na área e, principalmente, a bola parada. É aprender com essa derrota para que possamos nos quatro últimos jogos buscar a vaga - avaliou o técnico Daniel Paulista.
Sobre a partida de domingo, Daniel disse que o time vai em busca da vitória, somar os três pontos. Mas se não puder, o empate será bem recebido, porque o time terá dois jogos dentro de casa. "Se fizermos o dever de casa, chegaremos aos 30 pontos e com essa pontuação a classificação estará assegurada", avaliou o treinador Daniel Paulista.