Trabalhadores do corte da cana já podem sacar segunda parcela do Programa Mão Amiga

Cidades

 

Está disponível para saque a segunda parcela do Programa Mão Amiga Cana. O governo de Sergipe creditou, nesta terça-feira (30), o recurso nas contas bancárias dos trabalhadores do corte da cana, que já podem se dirigir a qualquer agência do Banco do Estado de Sergipe ou Ponto Banese munidos do cartão do programa, e realizar o saque do benefício.
Nesta edição, terão direito ao pagamento, 3.844 trabalhadores rurais de 21 municípios, cujos benefícios somados equivalem ao montante de R$ 730.360,00. O programa é 100% custeado com recursos do tesouro estadual, oriundos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), administrado pela secretaria de Estado da Inclusão Social (Seit). São contemplados pelo Mão Amiga Cana os trabalhadores rurais dos municípios de Capela, Santa Rosa de Lima, Japaratuba, São Cristóvão, Areia Branca, Maruim, Carmópolis, Rosário do Catete, Malhada dos Bois, Siriri, Nossa Sra. Das Dores, Capela, Japoatã, São Francisco, Pacatuba, Aquidabã, Laranjeiras, Riachuelo, Divina Pastora, Neópolis e Muribeca.
De acordo com a coordenadora de Inclusão Produtiva da Seit, Heleonora Cerqueira, todos os beneficiários do programa receberam cartões e novas senhas antes do saque da primeira parcela. "Agora, portanto, todos já podem fazer o saque diretamente no Banese. Entre a terceira e a quarta parcela, contudo, eles deverão participar dos seminários que levaremos a todos os municípios, como contrapartida obrigatória e condicionante ao recebimento da última parcela", explica.

Está disponível para saque a segunda parcela do Programa Mão Amiga Cana. O governo de Sergipe creditou, nesta terça-feira (30), o recurso nas contas bancárias dos trabalhadores do corte da cana, que já podem se dirigir a qualquer agência do Banco do Estado de Sergipe ou Ponto Banese munidos do cartão do programa, e realizar o saque do benefício.
Nesta edição, terão direito ao pagamento, 3.844 trabalhadores rurais de 21 municípios, cujos benefícios somados equivalem ao montante de R$ 730.360,00. O programa é 100% custeado com recursos do tesouro estadual, oriundos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), administrado pela secretaria de Estado da Inclusão Social (Seit). São contemplados pelo Mão Amiga Cana os trabalhadores rurais dos municípios de Capela, Santa Rosa de Lima, Japaratuba, São Cristóvão, Areia Branca, Maruim, Carmópolis, Rosário do Catete, Malhada dos Bois, Siriri, Nossa Sra. Das Dores, Capela, Japoatã, São Francisco, Pacatuba, Aquidabã, Laranjeiras, Riachuelo, Divina Pastora, Neópolis e Muribeca.
De acordo com a coordenadora de Inclusão Produtiva da Seit, Heleonora Cerqueira, todos os beneficiários do programa receberam cartões e novas senhas antes do saque da primeira parcela. "Agora, portanto, todos já podem fazer o saque diretamente no Banese. Entre a terceira e a quarta parcela, contudo, eles deverão participar dos seminários que levaremos a todos os municípios, como contrapartida obrigatória e condicionante ao recebimento da última parcela", explica.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS