Emsurb notifica responsáveis por sucatas e veículos abandonados na capital

Cidades

 

Como forma de reforçar as ações promovidas pela Prefeitura de Aracaju no combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti,a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) está notificando os responsáveis pelas sucatas e veículos abandonados em ruas, avenidas e terrenos baldios na capital. A ação, que está baseada no Art.29 da Lei Municipal nº1.721/1991, referente ao Código de Limpeza Urbana e Atividades Correlatas, teve início nos bairros José Conrado de Araújo, Novo Paraíso e no Jardim Centenário, na zona Norte da cidade.
Para a escolha dos locais a serem visitados, os fiscais da Diretoria de Operações (Dirop) da Emsurb realizaram, previamente, um mapeamento dos pontos onde esse material é descartado, sendo identificadas 47 áreas. As denúncias feitas pela população sobre esse tipo de ação incorreta também são monitoradas.
Após a notificação de recolhimento que, na maioria das vezes são afixadas nas sucatas, devido a não identificação dos proprietários, é concedido um prazo de 10 dias úteis para que seja feita a destinação correta do bem, sob pena de multa, remoção do veículo e demais despesas referentes à remoção.
"A Emsurb só faz a remoção de carcaças abandonadas e que não possuem registro no Detran. Já aquelas que estão nas portas de residências, regularizadas e emplacadas, os donos são orientados e notificados para que efetuem a retirada", explicou o diretor de Operações, Bruno Moraes.
De acordo com a lei municipal, caso os proprietários não compareçam à empresa no prazo limite de 60 dias, o que for recolhido será leiloado e a renda revertida para a própria Emsurb. Ainda segundo Bruno, a população pode denunciar o abandono de veículos ou sucatas por meio da Ouvidoria da Empresa, pelo telefone (79) 3021- 9908.
"Um veículo abandonado representa perigo para a população, pois se torna um criatório de animais que transmitem doenças, a exemplo da dengue, por isso, realinhamos o nosso cronograma de serviços para atender ao Plano de Intensificação das Ações de Combate ao mosquito Aedes aegypti, estabelecido pelo prefeito Edvaldo Nogueira", explicou o presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas.

Como forma de reforçar as ações promovidas pela Prefeitura de Aracaju no combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti,a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) está notificando os responsáveis pelas sucatas e veículos abandonados em ruas, avenidas e terrenos baldios na capital. A ação, que está baseada no Art.29 da Lei Municipal nº1.721/1991, referente ao Código de Limpeza Urbana e Atividades Correlatas, teve início nos bairros José Conrado de Araújo, Novo Paraíso e no Jardim Centenário, na zona Norte da cidade.
Para a escolha dos locais a serem visitados, os fiscais da Diretoria de Operações (Dirop) da Emsurb realizaram, previamente, um mapeamento dos pontos onde esse material é descartado, sendo identificadas 47 áreas. As denúncias feitas pela população sobre esse tipo de ação incorreta também são monitoradas.
Após a notificação de recolhimento que, na maioria das vezes são afixadas nas sucatas, devido a não identificação dos proprietários, é concedido um prazo de 10 dias úteis para que seja feita a destinação correta do bem, sob pena de multa, remoção do veículo e demais despesas referentes à remoção.
"A Emsurb só faz a remoção de carcaças abandonadas e que não possuem registro no Detran. Já aquelas que estão nas portas de residências, regularizadas e emplacadas, os donos são orientados e notificados para que efetuem a retirada", explicou o diretor de Operações, Bruno Moraes.
De acordo com a lei municipal, caso os proprietários não compareçam à empresa no prazo limite de 60 dias, o que for recolhido será leiloado e a renda revertida para a própria Emsurb. Ainda segundo Bruno, a população pode denunciar o abandono de veículos ou sucatas por meio da Ouvidoria da Empresa, pelo telefone (79) 3021- 9908.
"Um veículo abandonado representa perigo para a população, pois se torna um criatório de animais que transmitem doenças, a exemplo da dengue, por isso, realinhamos o nosso cronograma de serviços para atender ao Plano de Intensificação das Ações de Combate ao mosquito Aedes aegypti, estabelecido pelo prefeito Edvaldo Nogueira", explicou o presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas.


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS