Confiança não pode perder em casa

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O Confiança perdeu para o Botafogo-PB fora de casa e agora terá que vencer o Santa Cruz e o Treze-PB, para somar 30 pontos e sonhar com a classificação
O Confiança perdeu para o Botafogo-PB fora de casa e agora terá que vencer o Santa Cruz e o Treze-PB, para somar 30 pontos e sonhar com a classificação

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 05/08/2019 às 22:58:00

 

O Confiança perdeu 
as duas partidas 
que fez fora de casa contra o Náutico e neste domingo contra o Botafogo da Paraíba. O time queimou as "gordurinhas" e agora tem que vencer. É colocar a cabeça no lugar, sentir que nada está perdido. O planejamento era conquistar pelo menos dois ou três pontos nessas duas partidas fora de casa. Não deu. Agora é vencer as duas partidas que fará em casa contra o Santa Cruz e Treze-PB, respectivamente.
Domingo no Amigão em João Pessoa o Dragão até que começou bem o jogo. Antes de ser surpreendido com o gol do Botafogo, o Confiança desperdiçou duas grandes oportunidades. Uma delas com o meia Rafael Vila. Um pênalti cometido por Marcelinho, no final do primeiro tempo a favor do Botafogo-PB, modificou todo planejamento do Dragão, que teve de sair mais para o jogo no segundo tempo até receber o segundo gol.
Apesar da derrota, o treinador Daniel Paulista elogiou aproveitamento ofensivo do Botafogo-PB: "Eles foram cirúrgicos. Aproveitaram as oportunidades criadas". Essa vitória quebrou um jejum do Belo, que vinha a cinco jogos sem saber o que é vitória. 
Após o jogo o reinador Daniel Paulista fez uma avaliação da partida. Elogiou o desempenho do adversário e lamenta que o Confiança não repetiu as últimas apresentações. Na verdade, o Confiança não conseguiu o mesmo rendimento que vem apresentando na competição. 
- O campeonato ainda tem três rodadas, o Confiança tem dois jogos em casa em que vai precisar muito do apoio do torcedor, para que nossa torcida faça um caldeirão lá na Arena e que a gente possa conquistar o maior número de pontos possível, para continuar nessa briga pela classificação. O sinal de alerta sempre esteve aceso, mesmo no período em que estávamos conquistando as vitórias. A gente tem que melhorar, corrigir esses erros e continuar firmes e fortes na luta por essa vaga - concluiu Daniel Paulista.
Mesmo com o revés, o Dragão permanece no G-4 em terceiro, com 24 pontos. A equipe proletária terá agora dois jogos na Arena Batistão, contra Santa Cruz e Treze, respectivamente. O confronto com os pernambucanos está marcado para o domingo, às 18h.

O Confiança perdeu  as duas partidas  que fez fora de casa contra o Náutico e neste domingo contra o Botafogo da Paraíba. O time queimou as "gordurinhas" e agora tem que vencer. É colocar a cabeça no lugar, sentir que nada está perdido. O planejamento era conquistar pelo menos dois ou três pontos nessas duas partidas fora de casa. Não deu. Agora é vencer as duas partidas que fará em casa contra o Santa Cruz e Treze-PB, respectivamente.
Domingo no Amigão em João Pessoa o Dragão até que começou bem o jogo. Antes de ser surpreendido com o gol do Botafogo, o Confiança desperdiçou duas grandes oportunidades. Uma delas com o meia Rafael Vila. Um pênalti cometido por Marcelinho, no final do primeiro tempo a favor do Botafogo-PB, modificou todo planejamento do Dragão, que teve de sair mais para o jogo no segundo tempo até receber o segundo gol.
Apesar da derrota, o treinador Daniel Paulista elogiou aproveitamento ofensivo do Botafogo-PB: "Eles foram cirúrgicos. Aproveitaram as oportunidades criadas". Essa vitória quebrou um jejum do Belo, que vinha a cinco jogos sem saber o que é vitória. 
Após o jogo o reinador Daniel Paulista fez uma avaliação da partida. Elogiou o desempenho do adversário e lamenta que o Confiança não repetiu as últimas apresentações. Na verdade, o Confiança não conseguiu o mesmo rendimento que vem apresentando na competição. 
- O campeonato ainda tem três rodadas, o Confiança tem dois jogos em casa em que vai precisar muito do apoio do torcedor, para que nossa torcida faça um caldeirão lá na Arena e que a gente possa conquistar o maior número de pontos possível, para continuar nessa briga pela classificação. O sinal de alerta sempre esteve aceso, mesmo no período em que estávamos conquistando as vitórias. A gente tem que melhorar, corrigir esses erros e continuar firmes e fortes na luta por essa vaga - concluiu Daniel Paulista.
Mesmo com o revés, o Dragão permanece no G-4 em terceiro, com 24 pontos. A equipe proletária terá agora dois jogos na Arena Batistão, contra Santa Cruz e Treze, respectivamente. O confronto com os pernambucanos está marcado para o domingo, às 18h.