Caixa Cultural do Rio recebe mostra fotográfica sobre o Japão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/08/2019 às 22:47:00

 

Para divulgar o Japão e a cultura japonesa no Brasil, como parte dos preparativos para as Olimpíadas Tóquio 2020, a Caixa Cultural do Rio de Janeiro abriu ontem (6) a exposição fotográfica Tóquio Antes/Depois. São cerca de 80 imagens da capital japonesa, tiradas nos anos 1930 e 1940 e na atual década de 2010.
A curadoria do crítico de fotografia Kotaro Lizawa revela a evolução histórica da megalópole, de uma cidade que começava a se modernizar, em meio a fortes tradições, no período do entreguerras, até a cidade tecnológica, iconográfica, multicultural e tomada por arranhas céus da atualidade.
A mostra é uma parceria da Caixa com o Consulado-Geral do Japão no Rio de Janeiro e a Fundação Japão, dentro das atividades do mês do Japão, promovido pelo consulado. De acordo com a vice-cônsul do Japão no Rio de Janeiro, Keiko Kikuchi, a marca da exposição é o contraste, com o objetivo de despertar nos brasileiros o interesse pelo país do sol nascente.
"Esses fotógrafos mostram vários atrativos de Tóquio. Espero que esta exposição possa abrir caminhos e despertar interesses para que os brasileiros visitem o Japão durante os jogos. Em 2020 Tóquio sediará os jogos, então estamos comemorando este momento histórico".
Compõem a mostra obras publicadas na revista Koga, no livro Nippon (Japão, em japonês) e do fotógrafo Kineo Kuwabara, na parte do Antes. As obras do Depois são de Nobuyoshi Araki, Shintaro Sato, Motoyuki Daifu, Daido Moriyama, Shinya Arimoto, Kenta Cobayashi, Mika Ninagawa e Natsumi Hayashi.
No Rio de Janeiro, a exposição pode ser vista até o dia 15 de setembro. O trabalho já passou por Brasília, entre maio e junho, e Curitiba, de junho a julho. Depois do Rio, a exposição Tóquio Antes/Depois poderá ser vista em Manaus, Recife e São Paulo. (Agência Brasil)

Para divulgar o Japão e a cultura japonesa no Brasil, como parte dos preparativos para as Olimpíadas Tóquio 2020, a Caixa Cultural do Rio de Janeiro abriu ontem (6) a exposição fotográfica Tóquio Antes/Depois. São cerca de 80 imagens da capital japonesa, tiradas nos anos 1930 e 1940 e na atual década de 2010.
A curadoria do crítico de fotografia Kotaro Lizawa revela a evolução histórica da megalópole, de uma cidade que começava a se modernizar, em meio a fortes tradições, no período do entreguerras, até a cidade tecnológica, iconográfica, multicultural e tomada por arranhas céus da atualidade.
A mostra é uma parceria da Caixa com o Consulado-Geral do Japão no Rio de Janeiro e a Fundação Japão, dentro das atividades do mês do Japão, promovido pelo consulado. De acordo com a vice-cônsul do Japão no Rio de Janeiro, Keiko Kikuchi, a marca da exposição é o contraste, com o objetivo de despertar nos brasileiros o interesse pelo país do sol nascente.
"Esses fotógrafos mostram vários atrativos de Tóquio. Espero que esta exposição possa abrir caminhos e despertar interesses para que os brasileiros visitem o Japão durante os jogos. Em 2020 Tóquio sediará os jogos, então estamos comemorando este momento histórico".
Compõem a mostra obras publicadas na revista Koga, no livro Nippon (Japão, em japonês) e do fotógrafo Kineo Kuwabara, na parte do Antes. As obras do Depois são de Nobuyoshi Araki, Shintaro Sato, Motoyuki Daifu, Daido Moriyama, Shinya Arimoto, Kenta Cobayashi, Mika Ninagawa e Natsumi Hayashi.
No Rio de Janeiro, a exposição pode ser vista até o dia 15 de setembro. O trabalho já passou por Brasília, entre maio e junho, e Curitiba, de junho a julho. Depois do Rio, a exposição Tóquio Antes/Depois poderá ser vista em Manaus, Recife e São Paulo. (Agência Brasil)