Torcida do Santa Cruz pressiona os jogadores

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/08/2019 às 23:25:00

 

A torcida do Santa Cruz faz cobrança séria no último treino: "Se não subir, a porrada vai comer". O presidente do clube, Constantino Júnior, também foi criticado, principalmente por causa dos mandos de campo.
A vitória por 3 a 2 de virada diante do Imperatriz não foi suficiente para diminuir a pressão no Santa Cruz. No último treino antes de enfrentar o Confiança na Série C, a torcida marcou presença e cobrou em tom bem agressivo: "Se não subir, a porrada vai comer". Depois dos gritos, porém, a torcida se acalmou a pedido do técnico Milton Mendes. Em outros momentos, os torcedores cantaram músicas de incentivo.
O presidente do clube, Constantino Júnior, também foi criticado, principalmente por causa dos mandos de campo. Eles não querem que o Santa Cruz jogue na Arena Pernambuco e, sim, no Arruda.
Com 21 pontos, o Santa Cruz está em sétimo lugar no Grupo A com dois pontos a menos do que o Ferroviário, que fecha o G4. Além do Confiança, o Coral tem pela frente o Globo, atual oitavo colocado, e o Náutico, vice-líder no momento.

A torcida do Santa Cruz faz cobrança séria no último treino: "Se não subir, a porrada vai comer". O presidente do clube, Constantino Júnior, também foi criticado, principalmente por causa dos mandos de campo.
A vitória por 3 a 2 de virada diante do Imperatriz não foi suficiente para diminuir a pressão no Santa Cruz. No último treino antes de enfrentar o Confiança na Série C, a torcida marcou presença e cobrou em tom bem agressivo: "Se não subir, a porrada vai comer". Depois dos gritos, porém, a torcida se acalmou a pedido do técnico Milton Mendes. Em outros momentos, os torcedores cantaram músicas de incentivo.
O presidente do clube, Constantino Júnior, também foi criticado, principalmente por causa dos mandos de campo. Eles não querem que o Santa Cruz jogue na Arena Pernambuco e, sim, no Arruda.
Com 21 pontos, o Santa Cruz está em sétimo lugar no Grupo A com dois pontos a menos do que o Ferroviário, que fecha o G4. Além do Confiança, o Coral tem pela frente o Globo, atual oitavo colocado, e o Náutico, vice-líder no momento.