Brasil começa bem a fase Brasil do mundial

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/08/2019 às 22:33:00

 

O Brasil começou muito bem a participação em casa, na etapa de uma estrela de Miguel Pereira (RJ) do Circuito Mundial de vôlei de praia 2019. Após a disputa da fase de grupos nesta sexta-feira (09), os 14 times do país - oito no masculino e seis no feminino - avançaram à fase eliminatória da competição. Além disso, o Brasil não perdeu nenhum duelo para duplas estrangeiras, com derrotas apenas em jogos contra compatriotas.
Os times que terminaram em primeiro lugar nos grupos foram direto às quartas de final, enquanto segundos e terceiros colocados disputam uma fase extra, da repescagem. As duas fases ocorrem neste sábado (10), a partir das 8h30 (de Brasília). As semifinais e disputas de bronze e ouro acontecem no domingo (11) e a entrada na arena no Lago do Javay é franca.
Entre as mulheres, saíram em primeiro da chave, direto às quartas de final, as duplas Juliana/Josi (CE/SC), Vitoria/Val (RJ), Andressa/Diana (PB/RJ) e Izabel/Aline (PA/SC), todas invictas, evitando uma rodada a mais. Vitoria, campeã mundial Sub-21 nesta temporada, comentou a boa estreia da parceria temporária formada com Val.
Já Tainá/Victoria (SE/MS) e Rafaela/Flávia Moura (PA/RJ) disputarão a repescagem junto das norte-americanas Audrey/Nicole, das canadenses Dunn/McBain, das tchecas Anna/Magdalena, das guatemaltecas Estefanie/Natalia e das moçambicanas Liocadia/Vanessa.
Os torneios do Circuito Mundial são classificados em importância pelo número de estrelas, de uma a cinco (máximo), de acordo com a premiação e pontuação distribuídas. Assim, a parada em Miguel Pereira não renderá pontos na corrida olímpica brasileira e tem como principal objetivo, oferecer a oportunidade às duplas que ainda buscam crescer no ranking internacional, mas não possuem ranking para disputa dos eventos principais.

O Brasil começou muito bem a participação em casa, na etapa de uma estrela de Miguel Pereira (RJ) do Circuito Mundial de vôlei de praia 2019. Após a disputa da fase de grupos nesta sexta-feira (09), os 14 times do país - oito no masculino e seis no feminino - avançaram à fase eliminatória da competição. Além disso, o Brasil não perdeu nenhum duelo para duplas estrangeiras, com derrotas apenas em jogos contra compatriotas.
Os times que terminaram em primeiro lugar nos grupos foram direto às quartas de final, enquanto segundos e terceiros colocados disputam uma fase extra, da repescagem. As duas fases ocorrem neste sábado (10), a partir das 8h30 (de Brasília). As semifinais e disputas de bronze e ouro acontecem no domingo (11) e a entrada na arena no Lago do Javay é franca.
Entre as mulheres, saíram em primeiro da chave, direto às quartas de final, as duplas Juliana/Josi (CE/SC), Vitoria/Val (RJ), Andressa/Diana (PB/RJ) e Izabel/Aline (PA/SC), todas invictas, evitando uma rodada a mais. Vitoria, campeã mundial Sub-21 nesta temporada, comentou a boa estreia da parceria temporária formada com Val.
Já Tainá/Victoria (SE/MS) e Rafaela/Flávia Moura (PA/RJ) disputarão a repescagem junto das norte-americanas Audrey/Nicole, das canadenses Dunn/McBain, das tchecas Anna/Magdalena, das guatemaltecas Estefanie/Natalia e das moçambicanas Liocadia/Vanessa.
Os torneios do Circuito Mundial são classificados em importância pelo número de estrelas, de uma a cinco (máximo), de acordo com a premiação e pontuação distribuídas. Assim, a parada em Miguel Pereira não renderá pontos na corrida olímpica brasileira e tem como principal objetivo, oferecer a oportunidade às duplas que ainda buscam crescer no ranking internacional, mas não possuem ranking para disputa dos eventos principais.