Jogadores acreditam na vitória do Dragão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O volante Amaral se junta ao bloco de jogadores que acreditam na vitória do Dragão
O volante Amaral se junta ao bloco de jogadores que acreditam na vitória do Dragão

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 14/08/2019 às 22:27:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
No elenco proletário 
nenhum jogador 
fala em outro resultado que não seja uma vitória contra o Treze-PB no próximo domingo. Existe respeito ao adversário sim. Mas eles dizem que dentro de casa e precisando do resultado, o time tem que começar jogando no ataque, abafando o adversário e se possível, sair logo na frente com um gol, para dar tranquilidade. Todos sabem que nem mesmo o empate resolve a situação do Dragão. A equipe tem que vencer... ou vencer. 
O Confiança se segurou no G-4 do grupo A e só depende de si para chegar às quartas de final da competição nacional. Matematicamente, o Dragão precisa de uma vitória e um empate contra Treze e Ferroviário para se classificar, desde que Botafogo-PB e Imperatriz não vençam um dos dois jogos finais.
Essa projeção levou o volante Amaral a reforçar a importância de fazer o dever de casa no próximo domingo contra o Galo da Borborema. Na partida ida, o Dragão venceu por 3 a 1, no Amigão, em Campina Grande.
- Vencer no próximo domingo é absolutamente essencial para que evitemos que o jogo diante do Ferroviário tenha um ar dramático. Mesmo que não alcancemos a classificação agora, derrotar o Treze nos garantirá no mínimo a condição de depender apenas de nós mesmos no dia 24. E isso teria uma importância gigantesca - ressaltou Amaral.
Amaral pregou respeito ao próximo adversário, que luta para fugir da zona de rebaixamento e emplacou duas vitórias nos últimos três jogos. "O fato de estarem brigando para não cair, nos dificultará tanto quanto se estivessem lutando por uma vaga na próxima fase. Eles vêm de duas vitórias nas três últimas partidas, o que evidencia uma tentativa de reação na competição. Será o jogo do campeonato para nós e temos o máximo respeito pela equipe do Treze", completou o volante azulino.

No elenco proletário  nenhum jogador  fala em outro resultado que não seja uma vitória contra o Treze-PB no próximo domingo. Existe respeito ao adversário sim. Mas eles dizem que dentro de casa e precisando do resultado, o time tem que começar jogando no ataque, abafando o adversário e se possível, sair logo na frente com um gol, para dar tranquilidade. Todos sabem que nem mesmo o empate resolve a situação do Dragão. A equipe tem que vencer... ou vencer. 
O Confiança se segurou no G-4 do grupo A e só depende de si para chegar às quartas de final da competição nacional. Matematicamente, o Dragão precisa de uma vitória e um empate contra Treze e Ferroviário para se classificar, desde que Botafogo-PB e Imperatriz não vençam um dos dois jogos finais.
Essa projeção levou o volante Amaral a reforçar a importância de fazer o dever de casa no próximo domingo contra o Galo da Borborema. Na partida ida, o Dragão venceu por 3 a 1, no Amigão, em Campina Grande.
- Vencer no próximo domingo é absolutamente essencial para que evitemos que o jogo diante do Ferroviário tenha um ar dramático. Mesmo que não alcancemos a classificação agora, derrotar o Treze nos garantirá no mínimo a condição de depender apenas de nós mesmos no dia 24. E isso teria uma importância gigantesca - ressaltou Amaral.
Amaral pregou respeito ao próximo adversário, que luta para fugir da zona de rebaixamento e emplacou duas vitórias nos últimos três jogos. "O fato de estarem brigando para não cair, nos dificultará tanto quanto se estivessem lutando por uma vaga na próxima fase. Eles vêm de duas vitórias nas três últimas partidas, o que evidencia uma tentativa de reação na competição. Será o jogo do campeonato para nós e temos o máximo respeito pela equipe do Treze", completou o volante azulino.