Traficantes matam criança de oito anos em Cristinápolis

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Populares em frente à casa da família de Mariana
Populares em frente à casa da família de Mariana

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 14/08/2019 às 22:51:00

 

Gabriel Damásio
Um crime bárbaro 
atribuído ao tráfico 
de drogas chocou a população e mobilizou a polícia de Cristinápolis (Sul). A menina Mariana Karina de Jesus Silva, oito anos, foi assassinada a tiros por um grupo de bandidos armados que invadiu a casa onde ela dormia com a mãe. O crime aconteceu por volta das 3h30 de ontem, quando cerca de cinco homens arrombaram a porta e andaram pela casa, procurando pelo tio da menina. Segundo as primeiras informações apuradas pela polícia, os invasores procuravam o desafeto para cobrar uma dívida de drogas.
O alvo do ataque não estava na casa, mas dormia em uma residência vizinha, com a avó de Mariana. Os criminosos decidiram então matar uma das pessoas que estavam na casa invadida e um deles disparou dois tiros no peito da menina, que morreu na hora. O corpo foi recolhido ao Instituto Médico-Legal (IML) e liberado para o sepultamento, marcado para as 8h de hoje, em Cristinápolis.
Equipes do 11º Batalhão de Polícia Militar (11º BPM) e da Delegacia de Cristinápolis foram acionadas e começaram a levantar informações com testemunhas, identificando rapidamente os envolvidos. As diligências se estenderam por todo o dia e, no final da tarde, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) confirmou que dois suspeitos foram presos e levados para interrogatório. Segundo a polícia, ambos são integrantes uma quadrilha de traficantes de drogas e um deles foi o responsável pela morte de Mariana. Outros três homens que tiveram participação direta na morte da criança já foram identificados, mas não localizados até o fechamento desta edição. 

Gabriel Damásio

Um crime bárbaro  atribuído ao tráfico  de drogas chocou a população e mobilizou a polícia de Cristinápolis (Sul). A menina Mariana Karina de Jesus Silva, oito anos, foi assassinada a tiros por um grupo de bandidos armados que invadiu a casa onde ela dormia com a mãe. O crime aconteceu por volta das 3h30 de ontem, quando cerca de cinco homens arrombaram a porta e andaram pela casa, procurando pelo tio da menina. Segundo as primeiras informações apuradas pela polícia, os invasores procuravam o desafeto para cobrar uma dívida de drogas.
O alvo do ataque não estava na casa, mas dormia em uma residência vizinha, com a avó de Mariana. Os criminosos decidiram então matar uma das pessoas que estavam na casa invadida e um deles disparou dois tiros no peito da menina, que morreu na hora. O corpo foi recolhido ao Instituto Médico-Legal (IML) e liberado para o sepultamento, marcado para as 8h de hoje, em Cristinápolis.
Equipes do 11º Batalhão de Polícia Militar (11º BPM) e da Delegacia de Cristinápolis foram acionadas e começaram a levantar informações com testemunhas, identificando rapidamente os envolvidos. As diligências se estenderam por todo o dia e, no final da tarde, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) confirmou que dois suspeitos foram presos e levados para interrogatório. Segundo a polícia, ambos são integrantes uma quadrilha de traficantes de drogas e um deles foi o responsável pela morte de Mariana. Outros três homens que tiveram participação direta na morte da criança já foram identificados, mas não localizados até o fechamento desta edição.