Ferroviário pode ter até três desfalques

Esporte

 

Prestes a disputar o jogo mais importante em sua caminhada, nesta edição da Série C do Brasileiro, o Ferroviário já sabe que não poderá contar com força máxima contra o Confiança. O técnico Marcelo Veiga tem dois desfalques confirmados para o jogo do próximo sábado, válido pela última rodada da fase classificatória do Campeonato. Um deles é o zagueiro Da Silva, que foi expulso no último jogo da equipe, contra o Imperatriz, e terá que cumprir suspensão automática. Outro atleta também suspenso é o volante Gleidson, que na partida contra o time maranhense acumulou o terceiro cartão amarelo da série.
O Ferrão corre o risco de não contar com mais um jogador importante no time titular. O zagueiro Afonso, que desfalcou a equipe nos últimos dois jogos, é dúvida para a partida. No jogo contra o ABC, pela 15ª rodada, o atleta fissura no osso do pé direito e desde então vem tratando a contusão. De acordo com boletim médico divulgado pelo clube, o atleta foi submetido a um exame de imagem neste início de semana e não foi constatado mais nenhuma lesão. 
Contudo, não ficou um tempo sem jogar, precisa de alguns dias de condicionamento físico e técnico para estar em condições plenas de ajudar a equipe. Se tiver condições de jogo, Afonso entra na vaga de Da Silva na vaga. Já no meio-campo, Marcelo Veiga tem duas opções para o lugar de Gleibson: Jean Henrique ou Mazinho, que já foi titular em várias partidas do time nesta temporada.
Ferroviário e Confiança se enfrentam no próximo sábado, as 17h, no estádio Presidente Vargas, pela 18ª e última rodada do Grupo A da Série C. Atual 6º colocado, o Ferrão não depende apenas de suas forças para se classificar para as quartas de final. Se vencer, o time coral precisa ainda que ou Santa Cruz ou Imperatriz tropecem para ficar entre os quatro primeiros colocados. Os dois concorrentes diretos jogam fora de casa. 
Em caso de empate, as chances do Tubarão da Barra são remotas, já que o Ferrão precisa torcer por derrotas do Santa Cruz e do Imperatriz, que precisa ainda perder por quatro gols de diferença. Além disso, o time coral precisa torcer para o Botafogo-PB não vencer o Treze. Em caso de derrota, o Ferroviário estará eliminado.
Mesmo diante do cenário pouco confortável, o técnico Marcelo Veiga mantém o otimismo pela classificação. "Não podemos desacreditar, mesmo porque o Ferroviário ainda está vivo na competição. Matematicamente temos chance e temos que acreditar até o final", afirmou.

Prestes a disputar o jogo mais importante em sua caminhada, nesta edição da Série C do Brasileiro, o Ferroviário já sabe que não poderá contar com força máxima contra o Confiança. O técnico Marcelo Veiga tem dois desfalques confirmados para o jogo do próximo sábado, válido pela última rodada da fase classificatória do Campeonato. Um deles é o zagueiro Da Silva, que foi expulso no último jogo da equipe, contra o Imperatriz, e terá que cumprir suspensão automática. Outro atleta também suspenso é o volante Gleidson, que na partida contra o time maranhense acumulou o terceiro cartão amarelo da série.
O Ferrão corre o risco de não contar com mais um jogador importante no time titular. O zagueiro Afonso, que desfalcou a equipe nos últimos dois jogos, é dúvida para a partida. No jogo contra o ABC, pela 15ª rodada, o atleta fissura no osso do pé direito e desde então vem tratando a contusão. De acordo com boletim médico divulgado pelo clube, o atleta foi submetido a um exame de imagem neste início de semana e não foi constatado mais nenhuma lesão. 
Contudo, não ficou um tempo sem jogar, precisa de alguns dias de condicionamento físico e técnico para estar em condições plenas de ajudar a equipe. Se tiver condições de jogo, Afonso entra na vaga de Da Silva na vaga. Já no meio-campo, Marcelo Veiga tem duas opções para o lugar de Gleibson: Jean Henrique ou Mazinho, que já foi titular em várias partidas do time nesta temporada.
Ferroviário e Confiança se enfrentam no próximo sábado, as 17h, no estádio Presidente Vargas, pela 18ª e última rodada do Grupo A da Série C. Atual 6º colocado, o Ferrão não depende apenas de suas forças para se classificar para as quartas de final. Se vencer, o time coral precisa ainda que ou Santa Cruz ou Imperatriz tropecem para ficar entre os quatro primeiros colocados. Os dois concorrentes diretos jogam fora de casa. 
Em caso de empate, as chances do Tubarão da Barra são remotas, já que o Ferrão precisa torcer por derrotas do Santa Cruz e do Imperatriz, que precisa ainda perder por quatro gols de diferença. Além disso, o time coral precisa torcer para o Botafogo-PB não vencer o Treze. Em caso de derrota, o Ferroviário estará eliminado.
Mesmo diante do cenário pouco confortável, o técnico Marcelo Veiga mantém o otimismo pela classificação. "Não podemos desacreditar, mesmo porque o Ferroviário ainda está vivo na competição. Matematicamente temos chance e temos que acreditar até o final", afirmou.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS