João Alves escolhe líderes na Câmara

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Reunião formaliza escolha de líder do prefeito na Câmara
Reunião formaliza escolha de líder do prefeito na Câmara

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 09/01/2013 às 02:45:00

O presidente da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Vinícius Porto (DEM), recebeu na manhã de ontem, das mãos do secretário de Articulação Política, Juvêncio Oliveira, um documento que oficializa a indicação dos vereadores Manoel Marcos (DEM) e Renilson Félix (DEM) para líder e vice-líder do governo, respectivamente.

Vinícius Porto considera que por Manoel Marcos já ter sido vereador, e por ter uma boa relação com os demais parlamentares, poderá realizar um bom trabalho como líder. "Foi uma boa indicação, Manoel Marcos tem experiência como parlamentar e por isso acredito que ele vai estreitar a relação da Câmara com o Poder Executivo da melhor maneira possível", falou.

Manoel Marcos diz que não vê entraves para defender os interesses do prefeito de Aracaju no Poder Legislativo Municipal. Para o parlamentar será uma atividade de fácil manejo. "Fui escolhido por João Alves como líder, é uma responsabilidade muito grande, mas acredito que posso facilitar muito a relação dos vereadores com o prefeito devido a essa maneira harmônica que tenho com todos os parlamentares. Além do mais, defender um homem trabalhador como o doutor João é facilitador para qualquer líder", falou o vereador.

O vereador Renilson Félix destacou que além de vice-líder do governo, ele também é um vereador e por isso não abre mão das prerrogativas de um parlamentar. "Sou vice-líder, mas também sou vereador e não abro mão disso de jeito nenhum. Farei esse trabalho ao lado de Manoel Marcos e por isso quero fazer esse trabalho se eu tiver aceitação de meus colegas e também tratamento igualitário", falou.

Para o secretário Juvêncio Oliveira os dois parlamentares darão sua colaboração no que diz respeito à interlocução dos assuntos do Legislativo Municipal com o Executivo, e vice-versa. "Não tenho dúvida que o trabalho vai se tornar muito mais fácil no que se refere ao acesso ao Executivo e aos demais secretários, onde os líderes terão a responsabilidade de tornar o acesso dos vereadores o mais rápido possível com o governo", opinou.

Participaram do encontro os vereadores, Dr. Agnaldo (PR), Augusto do Japãozinho (PRTB), Agamenon Sobral (PP), Anderson de Tuca (PRTB), Adelson Barreto Filho (PSL), Dr. Gonzaga (PMDB), Max Prejuízo (PSB), Roberto Morais (PR) e Valdir Santos (PTdoB).