Brasil é potência em agronegócio e meio ambiente, diz Tereza Cristina

Nacional

 

Daniel Mello 
Agência Brasil
A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, defendeu ontem (27) a sustentabilidade ambiental da produção agropecuária nacional. Segundo ela, o país tem conseguido usar cada vez menos recursos para criar gado e plantar alimentos. "O Brasil é uma grande potência de produção de alimentos, mas também é uma grande potência do meio ambiente. E nós damos sustentabilidade a tudo aquilo que nós produzimos", enfatizou ao discursar na abertura do Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura.
Para Tereza Cristina, o setor deve se manter firme na expansão das suas atividades, apesar das críticas que vem sofrendo, como as do governo francês. "Não é porque poucos criam esses problemas, essas mazelas, que nós vamos esmorecer", ressaltou. 
A ministra enfatizou ainda que o agronegócio brasileiro tem investido em tecnologia para aumentar a eficiência da produção, diminuindo o consumo de terras e água. "Nós vamos continuar trabalhando, produzindo, com tecnologia, cada vez usando menos água. O pasto brasileiro que produz a nossa carne, que é exportada para mais de 100 países do mundo, cada vez reduz a área que nós estamos produzindo, com eficiência", acrescentou.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, defendeu ontem (27) a sustentabilidade ambiental da produção agropecuária nacional. Segundo ela, o país tem conseguido usar cada vez menos recursos para criar gado e plantar alimentos. "O Brasil é uma grande potência de produção de alimentos, mas também é uma grande potência do meio ambiente. E nós damos sustentabilidade a tudo aquilo que nós produzimos", enfatizou ao discursar na abertura do Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura.
Para Tereza Cristina, o setor deve se manter firme na expansão das suas atividades, apesar das críticas que vem sofrendo, como as do governo francês. "Não é porque poucos criam esses problemas, essas mazelas, que nós vamos esmorecer", ressaltou. 
A ministra enfatizou ainda que o agronegócio brasileiro tem investido em tecnologia para aumentar a eficiência da produção, diminuindo o consumo de terras e água. "Nós vamos continuar trabalhando, produzindo, com tecnologia, cada vez usando menos água. O pasto brasileiro que produz a nossa carne, que é exportada para mais de 100 países do mundo, cada vez reduz a área que nós estamos produzindo, com eficiência", acrescentou.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS