DHPP prende suspeito por homicídio no povoado Areia Branca

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 28/08/2019 às 23:39:00

 

Equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam dois suspeitos durante uma diligência no povoado Areia Branca (zona de expansão). As investigações se referem ao assassinato de Leonardo Ferreira dos Santos, o "Aleijado", que morreu em 23 de março deste ano em uma comunidade do povoado, conhecida como "Zenza". O crime, de acordo com as investigações, foi motivado por uma rixa. 
Um dos presos é Cleiton Santos de Andrade, 21 anos, que teve a prisão preventiva decretada e é apontado como um dos participantes do crime, além de investigado por sua atuação no tráfico de drogas. Ele foi identificado junto com outros dois suspeitos, sendo um conhecido como 'Cinquentinha', que foi preso há cerca de um mês e outro que ainda está foragido, e cujo nome ainda é mantido em sigilo. A polícia também cumpriu outros mandados de busca e apreensão na casa de Cleiton e de outros imóveis por ele utilizados, onde foram encontradas balanças de precisão, drogas e um revólver calibre 38.
Também foi preso Ramon Santana dos Santos, cunhado de Cleiton, que foi flagrado com uma pistola 9 mm. O suspeito tentou fugir do cerco da polícia, sem roupas e correndo por um quintal sem vestir as roupas. Ramon foi autuado em flagrante pelo crime de posse de arma de fogo de uso restrito, enquanto Cleiton irá responder pelos crimes de posse de arma de fogo de uso permitido e tráfico de drogas. As armas de fogo apreendidas serão encaminhadas ao Instituto de Criminalística, para serem periciadas e identificar se foram utilizadas na prática de homicídios. 

Equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam dois suspeitos durante uma diligência no povoado Areia Branca (zona de expansão). As investigações se referem ao assassinato de Leonardo Ferreira dos Santos, o "Aleijado", que morreu em 23 de março deste ano em uma comunidade do povoado, conhecida como "Zenza". O crime, de acordo com as investigações, foi motivado por uma rixa. 
Um dos presos é Cleiton Santos de Andrade, 21 anos, que teve a prisão preventiva decretada e é apontado como um dos participantes do crime, além de investigado por sua atuação no tráfico de drogas. Ele foi identificado junto com outros dois suspeitos, sendo um conhecido como 'Cinquentinha', que foi preso há cerca de um mês e outro que ainda está foragido, e cujo nome ainda é mantido em sigilo. A polícia também cumpriu outros mandados de busca e apreensão na casa de Cleiton e de outros imóveis por ele utilizados, onde foram encontradas balanças de precisão, drogas e um revólver calibre 38.
Também foi preso Ramon Santana dos Santos, cunhado de Cleiton, que foi flagrado com uma pistola 9 mm. O suspeito tentou fugir do cerco da polícia, sem roupas e correndo por um quintal sem vestir as roupas. Ramon foi autuado em flagrante pelo crime de posse de arma de fogo de uso restrito, enquanto Cleiton irá responder pelos crimes de posse de arma de fogo de uso permitido e tráfico de drogas. As armas de fogo apreendidas serão encaminhadas ao Instituto de Criminalística, para serem periciadas e identificar se foram utilizadas na prática de homicídios.