Definida logística de segurança

Esporte


  • Representantes dos órgãos de segurança definiram o Plano de Segurança para a partida deste sábado entre Confiança e Ypiranga-RS

 

Representantes dos 
órgãos envolvidos 
com a segurança dos estádios de futebol, se reuniram na manhã desta quinta-feira (29), na sede da Federação sergipana de Futebol (FSF), para definirem um plano de segurança para a partida deste sábado (31), entre Confiança e Ypiranga de Erechim-RS, primeiro jogo de um mata-mata, que pode definir ao cesso do time sergipano à Série B do futebol brasileiro. A perspectiva mais uma vez é de um grande público, mais de 12 mil torcedores, daí a importância da reunião.
Ao contrário das vezes anteriores, a reunião desta quinta-feira tratou mais do que pode ter acesso e ser feito dentro do campo de futebol e daquilo que está terminantemente proibido. Integrantes da torcida proletária pretendiam fazer uma grande festa com mosaico, fumaça colorida e um festival de pirotecnia, que é a queima de fogos não explosivos. Dessas ações, apenas o mosaico foi liberado, por não trazer nenhum risco para o torcedor.
- Pretendíamos fazer uma grande festa, apresentar coisas inéditas no futebol sergipano. Contratamos uma empresa, a mesma que faz essas ações em Fortaleza, mas infelizmente a Policia alegando medidas de segurança proibiu. Por mais que mostrássemos que não seria uma atividade de risco não foi liberado. Faremos apenas o mosaico - disse Patrick Valença em nome das torcidas do Confiança.   
A Polícia Militar reforça que as ruas nas imediações da arena Batistão serão fechadas às 15 horas. A imprensa terá acesso livre em qualquer horário pela rua Moacir Rabello Leite. Outro ponto que ficou definido é que fogos de artifícios estão proibidos. O espaço reservado a torcida visitante será no setor esquerdo das cadeiras brancas. A reunião foi comandada pelo Coronel Eduardo Brandão, pelo presidente da FSF, Milton Dantas e contou com as presenças do Promotor do Ministério Público, Deijaniro Jonas, Capitão Eron e Capitã Dayse da Polícia Militar; Coronel Magno, da segurança privada da Arena Batistão, Orliandes Barros da FSF e Paulo Suzart, representando a diretoria da Associação Desportiva Confiança. A novidade foi a presença de representantes das torcidas organizadas Trovão Azul e Torcida Jovem.

Representantes dos  órgãos envolvidos  com a segurança dos estádios de futebol, se reuniram na manhã desta quinta-feira (29), na sede da Federação sergipana de Futebol (FSF), para definirem um plano de segurança para a partida deste sábado (31), entre Confiança e Ypiranga de Erechim-RS, primeiro jogo de um mata-mata, que pode definir ao cesso do time sergipano à Série B do futebol brasileiro. A perspectiva mais uma vez é de um grande público, mais de 12 mil torcedores, daí a importância da reunião.
Ao contrário das vezes anteriores, a reunião desta quinta-feira tratou mais do que pode ter acesso e ser feito dentro do campo de futebol e daquilo que está terminantemente proibido. Integrantes da torcida proletária pretendiam fazer uma grande festa com mosaico, fumaça colorida e um festival de pirotecnia, que é a queima de fogos não explosivos. Dessas ações, apenas o mosaico foi liberado, por não trazer nenhum risco para o torcedor.
- Pretendíamos fazer uma grande festa, apresentar coisas inéditas no futebol sergipano. Contratamos uma empresa, a mesma que faz essas ações em Fortaleza, mas infelizmente a Policia alegando medidas de segurança proibiu. Por mais que mostrássemos que não seria uma atividade de risco não foi liberado. Faremos apenas o mosaico - disse Patrick Valença em nome das torcidas do Confiança.   
A Polícia Militar reforça que as ruas nas imediações da arena Batistão serão fechadas às 15 horas. A imprensa terá acesso livre em qualquer horário pela rua Moacir Rabello Leite. Outro ponto que ficou definido é que fogos de artifícios estão proibidos. O espaço reservado a torcida visitante será no setor esquerdo das cadeiras brancas. A reunião foi comandada pelo Coronel Eduardo Brandão, pelo presidente da FSF, Milton Dantas e contou com as presenças do Promotor do Ministério Público, Deijaniro Jonas, Capitão Eron e Capitã Dayse da Polícia Militar; Coronel Magno, da segurança privada da Arena Batistão, Orliandes Barros da FSF e Paulo Suzart, representando a diretoria da Associação Desportiva Confiança. A novidade foi a presença de representantes das torcidas organizadas Trovão Azul e Torcida Jovem.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS