São Cristóvão lança na terça programação do 36º Fasc

Cultura

 

A Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal de Governo (Segov) realiza o lançamento da programação do 36° Festival de Artes de São Cristóvão (FASC). O evento acontece no dia 03 de setembro, a partir das 8h, no Museu Histórico de Sergipe.
 Com o tema 'Resistir para Existir', o FASC acontece este ano entre os dias 14 a 17 de novembro, e durante os quatro dias, uma maratona de atrações artísticas irá transformar a quarta cidade mais antiga do Brasil no principal destino cultural do Estado. Serão cerca de 150 atrações das áreas de música, artes visuais, dança, teatro, cinema e literatura que estarão reunidas em oito espaços da cidade histórica.
Para o prefeito Marcos Santana, o Festival de Artes possui uma série de potencialidades.  "O nosso festival é o maior evento cultural e artístico de Sergipe. Enquanto evento cultural ele movimenta o turismo não apenas em nossa cidade como em todo o estado, além de estimular o empreendedorismo e a economia criativa", destacou.
 De acordo com a com a secretária da Segov, Paola Santana, a Prefeitura tem buscado, desde a última edição do FASC, parcerias para dar continuidade ao evento. Segundo ela, apesar do evento ser sucesso de crítica e público nos últimos dois anos, o governo municipal tem encontrado dificuldades para conseguir parceiros que abracem a causa.
 "Em vários momentos pensamos em desistir, mas a vontade de continuar é maior, porque sabemos da importância do evento para nossa cidade e para o Estado", apontou a secretária.

A Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal de Governo (Segov) realiza o lançamento da programação do 36° Festival de Artes de São Cristóvão (FASC). O evento acontece no dia 03 de setembro, a partir das 8h, no Museu Histórico de Sergipe.
 Com o tema 'Resistir para Existir', o FASC acontece este ano entre os dias 14 a 17 de novembro, e durante os quatro dias, uma maratona de atrações artísticas irá transformar a quarta cidade mais antiga do Brasil no principal destino cultural do Estado. Serão cerca de 150 atrações das áreas de música, artes visuais, dança, teatro, cinema e literatura que estarão reunidas em oito espaços da cidade histórica.
Para o prefeito Marcos Santana, o Festival de Artes possui uma série de potencialidades.  "O nosso festival é o maior evento cultural e artístico de Sergipe. Enquanto evento cultural ele movimenta o turismo não apenas em nossa cidade como em todo o estado, além de estimular o empreendedorismo e a economia criativa", destacou.
 De acordo com a com a secretária da Segov, Paola Santana, a Prefeitura tem buscado, desde a última edição do FASC, parcerias para dar continuidade ao evento. Segundo ela, apesar do evento ser sucesso de crítica e público nos últimos dois anos, o governo municipal tem encontrado dificuldades para conseguir parceiros que abracem a causa.
 "Em vários momentos pensamos em desistir, mas a vontade de continuar é maior, porque sabemos da importância do evento para nossa cidade e para o Estado", apontou a secretária.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS