Esquema de segurança para eleição de Riachão já está pronto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 29/08/2019 às 22:40:00

 

Milton Alves Júnior
A Polícia Militar do Esta-
do de Sergipe, por 
meio de equipes do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), começa a intensificar as fiscalizações em todas as vias que dão acesso, ou passam pela imediações do município de Riachão do Dantas, região Centro-Oeste do Estado. Os agentes militares estarão acompanhando a eleição suplementar do município a fim de evitar a produção de atos inconstitucionais, a exemplo de compra de voto e manifestações políticas com a presença dos respectivos candidatos.
Com três nomes na disputa majoritária - sendo eles: Manuela Lisboa Costa (PSC), Pedro Santos Oliveira (PT) e Simone Andrade Farias Silva (PC do B) - a eleição ocorre neste domingo das 08h às 17h e deve registrar até 16.147 votos. Para melhor acolher os eleitores aptos a participar do processo, 66 urnas serão instaladas a partir da manhã deste sábado, 31. Ainda de acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), o BPRv escalou 16 policiais os quais atuarão em dois turnos. Será um trabalho em conjunto com o 6º Batalhão da PM e às demais tropas especializadas. Todo o cronograma operacional foi deliberado ao longo dos últimos 15 dias.
Esse processo eleitoral ocorre direcionado apenas ao poder executivo municipal, sem a escolha de vereadores. Na perspectiva de melhor agir no combate aos crimes eleitorais, o tenente-coronel Deny Ricardo enaltece a importância de a população denunciar, mesmo que de forma anônima, qualquer indício de irregularidade. "Para nós é uma eleição igual a qualquer outra. As leis são as mesmas e os eleitores devem respeitá-las. O trabalho será realizado conforme planejado, mas, caso a população tenha informações sobre atitudes suspeitas, que entrem em contato e denunciem. A regularidade desse pleito depende de todos nós."
A decisão em promover uma nova votação partiu depois que a chapa majoritária, eleita em 2016, formada por Gerana Gomes Costa Silva e Luciano Goes Paul foi indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A suspensão ocorreu em razão dos candidatos terem divulgado na véspera do pleito pesquisa sem registro na Justiça Eleitoral. Por determinação judicial, o presidente da Câmara de Vereadores do Município, Pedro Santos Oliveira, o Pedro da Lagoa, assumiu o comando da Prefeitura e está exercendo de forma interina o cargo de prefeito desde o dia 6 de setembro do ano passado. O resultado final da eleição deve ser apresentada antes mesmo das 18h30 deste domingo.

Milton Alves Júnior

A Polícia Militar do Esta- do de Sergipe, por  meio de equipes do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), começa a intensificar as fiscalizações em todas as vias que dão acesso, ou passam pela imediações do município de Riachão do Dantas, região Centro-Oeste do Estado. Os agentes militares estarão acompanhando a eleição suplementar do município a fim de evitar a produção de atos inconstitucionais, a exemplo de compra de voto e manifestações políticas com a presença dos respectivos candidatos.
Com três nomes na disputa majoritária - sendo eles: Manuela Lisboa Costa (PSC), Pedro Santos Oliveira (PT) e Simone Andrade Farias Silva (PC do B) - a eleição ocorre neste domingo das 08h às 17h e deve registrar até 16.147 votos. Para melhor acolher os eleitores aptos a participar do processo, 66 urnas serão instaladas a partir da manhã deste sábado, 31. Ainda de acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), o BPRv escalou 16 policiais os quais atuarão em dois turnos. Será um trabalho em conjunto com o 6º Batalhão da PM e às demais tropas especializadas. Todo o cronograma operacional foi deliberado ao longo dos últimos 15 dias.
Esse processo eleitoral ocorre direcionado apenas ao poder executivo municipal, sem a escolha de vereadores. Na perspectiva de melhor agir no combate aos crimes eleitorais, o tenente-coronel Deny Ricardo enaltece a importância de a população denunciar, mesmo que de forma anônima, qualquer indício de irregularidade. "Para nós é uma eleição igual a qualquer outra. As leis são as mesmas e os eleitores devem respeitá-las. O trabalho será realizado conforme planejado, mas, caso a população tenha informações sobre atitudes suspeitas, que entrem em contato e denunciem. A regularidade desse pleito depende de todos nós."
A decisão em promover uma nova votação partiu depois que a chapa majoritária, eleita em 2016, formada por Gerana Gomes Costa Silva e Luciano Goes Paul foi indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A suspensão ocorreu em razão dos candidatos terem divulgado na véspera do pleito pesquisa sem registro na Justiça Eleitoral. Por determinação judicial, o presidente da Câmara de Vereadores do Município, Pedro Santos Oliveira, o Pedro da Lagoa, assumiu o comando da Prefeitura e está exercendo de forma interina o cargo de prefeito desde o dia 6 de setembro do ano passado. O resultado final da eleição deve ser apresentada antes mesmo das 18h30 deste domingo.