Governo apresenta pauta de Sergipe ao Governo Federal

Geral


  • Reunião no Palácio dos despachos contou com presença de prefeitos e secretários de estado

  • MINISTRO DA SECRETARIA GERAL SE REUNIU COM PREFEITOS E GOVERNADOR

 

Durante a manhã desta 
sexta-feira (30), o go-
vernador Belivaldo Chagas recebeu em seu gabinete, no Palácio de Despachos, o Ministro-Chefe da Secretaria Geral de Governo da Presidência da República, Eduardo Ramos Pereira, e a equipe de assessores da pasta. Juntamente com o ministro, Belivaldo também se reuniu com secretários de estado e prefeitos municipais.
O encontro em Sergipe faz parte do 'Pacto+Brasil', uma série de visitas que o ministro vem fazendo a toda Região Nordeste, que tem como objetivo estreitar relações com os gestores nordestinos, além de receber as demandas dos governadores e prefeitos. "Vir aqui e ter essa oportunidade muda tudo. Olhar o terreno com os próprios olhos e tomar as decisões é completamente diferente do que analisar de longe. Eu pretendo fazer nessas visitas ao Nordeste, mas eu não vim com dinheiro ou com promessas vazias. Viemos a partir da vontade férrea do nosso presidente de ajudar o Nordeste, seja através de parcerias, de novas ideias, de viabilizar recursos quando possível. É importante essa visita, vir aqui apresentar nosso projeto, um canal aberto entre governo federal e estados, que é o Pacto+Brasil", destacou o ministro.
A secretária de Assuntos Federativos da pasta, Déborah Arôxa, apresentou a proposta do Pacto, que deverá percorrer todo o Nordeste, abrindo diálogo e discutindo as principais necessidades da região. "O objetivo principal é construir de forma colaborativa essa pauta. Vamos explicar como será o trabalho da secretaria, abrindo espaço para receber prefeitos, governadores e parlamentares. A gente percebia que a secretaria não tinha essa interlocução, por isso criamos esse trabalho, que queremos fortalecer junto aos Estados. Não adianta pensar política pública sem ouvir a ponta, as necessidades e estabelecer uma condição de diálogo", acrescentou.
Diálogo - No primeiro momento, em reunião com os representantes do Governo Federal e do secretariado do Estado, o governador apresentou as principais demandas e necessidades do estado de Sergipe, sobretudo no tocante à liberação de recursos para obras de infraestrutura, que beneficiam as mais diversas áreas do estado, entre elas o desenvolvimento urbano e turismo nos municípios sergipanos. Belivaldo destacou também a questão da retomada das obras da BR-101 e BR-235, importantes não só para a continuidade do desenvolvimento de Sergipe, mas do Nordeste e do país.
"Apresentamos as nossas demandas e vamos entregá-las oficialmente. Estamos certos que esse estreitamento de relação com o Governo Federal tem que continuar existindo. Fiquei muito satisfeito com a maneira tranquila com que o ministro esteve aqui, porque o que importa é que os brasileiros sejam atendidos, os sergipanos e nordestinos sejam atendidos. Sempre fiz questão de repetir: já desci do palanque. Temos um presidente da República, Sergipe tem um governador e essa união de esforços entre Governo Federal, Governo Estadual e municípios, isso só vai ser bom para população sergipana e brasileira", reforçou o governador.
Demandas municipais - Em uma segunda reunião, os prefeitos dos municípios sergipanos também puderam dialogar junto à equipe da Secretaria Geral de Governo, apresentando as principais necessidades do interior de Sergipe. Representando os prefeitos presentes, o presidente da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames), Cristiano Cavalcante, que também é prefeito de Ilha das Flores, destacou a importância da reunião.
Representando a Federação Nacional de Prefeitos, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, também ressaltou a importância do diálogo entre municípios, governo estadual e federal, e destacou o Pacto Federativo. "Quero solicitar em nome da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), da qual sou vice-presidente nacional, em nome do prefeito Jonas Donizette [de Campinas (SP)], a ideia de que a gente precisa dar celeridade, e eu sei que é uma grande preocupação do governo quando o presidente Jair Bolsonaro diz que: "É menos Brasília e mais Brasil"- os municípios são esses instrumentos importantes de ser mais Brasil -, é que a gente também aprece o novo Pacto Federativo. É muito importante para que a gente possa, efetivamente, construir um país mais inclusivo, mais democrático e um país melhor para as pessoas", disse Nogueira.
Intermediação - Atento a todas as demandas apresentadas, o ministro se comprometeu em intermediar no que for possível e sinalizou apoio junto ao pedido do governador Belivaldo Chagas, no que se refere à medida provisória que garante a liberação de recursos para o estado. "Nós apresentamos ideias para buscar soluções conjuntas, para atenuar e tentar resolver os problemas aqui de Sergipe. A primeira demanda foi uma solicitação direta do governador, com relação a uma medida provisória que vai permitir liberar algum recurso. Eu tratarei desse assunto domingo com o presidente. E as outras demandas, nós estaremos empenhados para resolver no mais curto prazo. Sobre a duplicação da BR-235 e BR-101, são demandas justas, vamos verificar junto ao Ministério da Infraestrutura que requer recursos, e isso nós vamos trabalhar em Brasília. Todos foram pleitos justos, pertinentes, que visam o bem do povo sergipano", avaliou Eduardo Ramos.
Ao se referir à receptividade do ministro e sua equipe, Belivaldo reforçou a importância da liberação dos recursos para as melhorias estruturantes que o estado necessita. "Desde o primeiro momento tentamos estreitar nossa relação com o Governo Federal. Já estivemos com o presidente da república, com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, hoje representado pelo ministro Ramos, e aqui nós apresentamos nossas demandas. Aproveitamos também para agradecer o fato do presidente já ter autorizado o início de obras, que correspondem a um monte de R$83 milhões, que é a duplicação da Adutora do Piauitinga, isso já é uma realidade e temos dezenas, centenas de benefícios outros que, dentro em breve, tenho certeza que vamos conseguir. E por último peço que leve nossa bandeira da MP do Nordeste, a bandeira da MP da Sudene, para que a gente possa conseguir recursos para investir em infraestrutura no nosso querido estado de Sergipe", declarou Belivaldo.

Durante a manhã desta  sexta-feira (30), o go- vernador Belivaldo Chagas recebeu em seu gabinete, no Palácio de Despachos, o Ministro-Chefe da Secretaria Geral de Governo da Presidência da República, Eduardo Ramos Pereira, e a equipe de assessores da pasta. Juntamente com o ministro, Belivaldo também se reuniu com secretários de estado e prefeitos municipais.
O encontro em Sergipe faz parte do 'Pacto+Brasil', uma série de visitas que o ministro vem fazendo a toda Região Nordeste, que tem como objetivo estreitar relações com os gestores nordestinos, além de receber as demandas dos governadores e prefeitos. "Vir aqui e ter essa oportunidade muda tudo. Olhar o terreno com os próprios olhos e tomar as decisões é completamente diferente do que analisar de longe. Eu pretendo fazer nessas visitas ao Nordeste, mas eu não vim com dinheiro ou com promessas vazias. Viemos a partir da vontade férrea do nosso presidente de ajudar o Nordeste, seja através de parcerias, de novas ideias, de viabilizar recursos quando possível. É importante essa visita, vir aqui apresentar nosso projeto, um canal aberto entre governo federal e estados, que é o Pacto+Brasil", destacou o ministro.
A secretária de Assuntos Federativos da pasta, Déborah Arôxa, apresentou a proposta do Pacto, que deverá percorrer todo o Nordeste, abrindo diálogo e discutindo as principais necessidades da região. "O objetivo principal é construir de forma colaborativa essa pauta. Vamos explicar como será o trabalho da secretaria, abrindo espaço para receber prefeitos, governadores e parlamentares. A gente percebia que a secretaria não tinha essa interlocução, por isso criamos esse trabalho, que queremos fortalecer junto aos Estados. Não adianta pensar política pública sem ouvir a ponta, as necessidades e estabelecer uma condição de diálogo", acrescentou.

Diálogo - No primeiro momento, em reunião com os representantes do Governo Federal e do secretariado do Estado, o governador apresentou as principais demandas e necessidades do estado de Sergipe, sobretudo no tocante à liberação de recursos para obras de infraestrutura, que beneficiam as mais diversas áreas do estado, entre elas o desenvolvimento urbano e turismo nos municípios sergipanos. Belivaldo destacou também a questão da retomada das obras da BR-101 e BR-235, importantes não só para a continuidade do desenvolvimento de Sergipe, mas do Nordeste e do país.
"Apresentamos as nossas demandas e vamos entregá-las oficialmente. Estamos certos que esse estreitamento de relação com o Governo Federal tem que continuar existindo. Fiquei muito satisfeito com a maneira tranquila com que o ministro esteve aqui, porque o que importa é que os brasileiros sejam atendidos, os sergipanos e nordestinos sejam atendidos. Sempre fiz questão de repetir: já desci do palanque. Temos um presidente da República, Sergipe tem um governador e essa união de esforços entre Governo Federal, Governo Estadual e municípios, isso só vai ser bom para população sergipana e brasileira", reforçou o governador.

Demandas municipais -
Em uma segunda reunião, os prefeitos dos municípios sergipanos também puderam dialogar junto à equipe da Secretaria Geral de Governo, apresentando as principais necessidades do interior de Sergipe. Representando os prefeitos presentes, o presidente da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames), Cristiano Cavalcante, que também é prefeito de Ilha das Flores, destacou a importância da reunião.
Representando a Federação Nacional de Prefeitos, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, também ressaltou a importância do diálogo entre municípios, governo estadual e federal, e destacou o Pacto Federativo. "Quero solicitar em nome da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), da qual sou vice-presidente nacional, em nome do prefeito Jonas Donizette [de Campinas (SP)], a ideia de que a gente precisa dar celeridade, e eu sei que é uma grande preocupação do governo quando o presidente Jair Bolsonaro diz que: "É menos Brasília e mais Brasil"- os municípios são esses instrumentos importantes de ser mais Brasil -, é que a gente também aprece o novo Pacto Federativo. É muito importante para que a gente possa, efetivamente, construir um país mais inclusivo, mais democrático e um país melhor para as pessoas", disse Nogueira.

Intermediação - Atento a todas as demandas apresentadas, o ministro se comprometeu em intermediar no que for possível e sinalizou apoio junto ao pedido do governador Belivaldo Chagas, no que se refere à medida provisória que garante a liberação de recursos para o estado. "Nós apresentamos ideias para buscar soluções conjuntas, para atenuar e tentar resolver os problemas aqui de Sergipe. A primeira demanda foi uma solicitação direta do governador, com relação a uma medida provisória que vai permitir liberar algum recurso. Eu tratarei desse assunto domingo com o presidente. E as outras demandas, nós estaremos empenhados para resolver no mais curto prazo. Sobre a duplicação da BR-235 e BR-101, são demandas justas, vamos verificar junto ao Ministério da Infraestrutura que requer recursos, e isso nós vamos trabalhar em Brasília. Todos foram pleitos justos, pertinentes, que visam o bem do povo sergipano", avaliou Eduardo Ramos.
Ao se referir à receptividade do ministro e sua equipe, Belivaldo reforçou a importância da liberação dos recursos para as melhorias estruturantes que o estado necessita. "Desde o primeiro momento tentamos estreitar nossa relação com o Governo Federal. Já estivemos com o presidente da república, com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, hoje representado pelo ministro Ramos, e aqui nós apresentamos nossas demandas. Aproveitamos também para agradecer o fato do presidente já ter autorizado o início de obras, que correspondem a um monte de R$83 milhões, que é a duplicação da Adutora do Piauitinga, isso já é uma realidade e temos dezenas, centenas de benefícios outros que, dentro em breve, tenho certeza que vamos conseguir. E por último peço que leve nossa bandeira da MP do Nordeste, a bandeira da MP da Sudene, para que a gente possa conseguir recursos para investir em infraestrutura no nosso querido estado de Sergipe", declarou Belivaldo.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS