Briga em supermercado deixa um ferido e seis presos

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/09/2019 às 09:19:00

 

Um homem foi esfaqueado na tarde de ontem dentro de um hipermercado da rede Extra na avenida Adélia Franco, no Distrito Industrial (zona sul de Aracaju). Segundo as primeiras informações ele estava envolvido em uma confusão que envolveu integrantes de torcidas organizadas do Sergipe e do Confiança. Dois trios teriam se encontrado e começado a brigar dentro do Terminal de Integração do DIA, mas em seguida correram para dentro do supermercado, provocando pânico entre os freqüentadores. A vítima ferida vestia a camisa de uma torcida do Confiança.
A segurança do supermercado fechou as portas e suspendeu o atendimento até que o tumulto fosse controlado. Equipes da Polícia Militar foram chamadas ao local e controlaram o tumulto. Os seis suspeitos de participação na briga foram presos e levados para a Central de Flagrantes. Dois deles são adolescentes. Já o homem atacado foi socorrido e levado a um hospital. A direção do Extra não se manifestou sobre o incidente até o fechamento desta edição.  

Um homem foi esfaqueado na tarde de ontem dentro de um hipermercado da rede Extra na avenida Adélia Franco, no Distrito Industrial (zona sul de Aracaju). Segundo as primeiras informações ele estava envolvido em uma confusão que envolveu integrantes de torcidas organizadas do Sergipe e do Confiança. Dois trios teriam se encontrado e começado a brigar dentro do Terminal de Integração do DIA, mas em seguida correram para dentro do supermercado, provocando pânico entre os freqüentadores. A vítima ferida vestia a camisa de uma torcida do Confiança.
A segurança do supermercado fechou as portas e suspendeu o atendimento até que o tumulto fosse controlado. Equipes da Polícia Militar foram chamadas ao local e controlaram o tumulto. Os seis suspeitos de participação na briga foram presos e levados para a Central de Flagrantes. Dois deles são adolescentes. Já o homem atacado foi socorrido e levado a um hospital. A direção do Extra não se manifestou sobre o incidente até o fechamento desta edição.