Polícia de Brejo Grande prende suspeito de feminicídio

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 18/09/2019 às 22:55:00

 

Na tarde desta quarta-feira, a Polícia Civil realizou a prisão preventiva do suspeito Manoel Alonso Santos Batista, conhecido como "Peta", apontado como autor de feminicídio contra a esposa Valdilene Lima Batista, 42 anos. O crime ocorreu entre a noite de quarta-feira, 11, e manhã de quinta-feira, 12, no povoado Mulatas, zona rural de Brejo Grande.
De acordo o delegado José Luiz Accioly, o casal tem quatro filhos adultos e todos relataram em depoimento que os pais viviam bem, o que tornou a investigação ainda mais misteriosa. Durante o integatório, o suspeito optou pelo silêncio e não respondeu as diversas perguntas formuladas pelo delegado. No final da tarde desta terça-feira, 17, familiares foram à delegacia de Brejo Grande e entregaram uma enxada, que segundo os parentes também foi usada para matar Valdilene.
Valdilene foi encontrada por volta das 8h da última quinta-feira, 12, na cama de sua residência morta a golpes de faca. Manoel Alonso sumiu sem deixar pistas e só foi encontrado nesta quarta-feira, após uma semana de incursão policial. A prisão preventiva dele já foi comunicada ao Poder Judiciário.
A polícia reforça a população a importância do Disque-Denúncia (181), O sigilo do denunciante é totalmente garantido

Na tarde desta quarta-feira, a Polícia Civil realizou a prisão preventiva do suspeito Manoel Alonso Santos Batista, conhecido como "Peta", apontado como autor de feminicídio contra a esposa Valdilene Lima Batista, 42 anos. O crime ocorreu entre a noite de quarta-feira, 11, e manhã de quinta-feira, 12, no povoado Mulatas, zona rural de Brejo Grande.
De acordo o delegado José Luiz Accioly, o casal tem quatro filhos adultos e todos relataram em depoimento que os pais viviam bem, o que tornou a investigação ainda mais misteriosa. Durante o integatório, o suspeito optou pelo silêncio e não respondeu as diversas perguntas formuladas pelo delegado. No final da tarde desta terça-feira, 17, familiares foram à delegacia de Brejo Grande e entregaram uma enxada, que segundo os parentes também foi usada para matar Valdilene.
Valdilene foi encontrada por volta das 8h da última quinta-feira, 12, na cama de sua residência morta a golpes de faca. Manoel Alonso sumiu sem deixar pistas e só foi encontrado nesta quarta-feira, após uma semana de incursão policial. A prisão preventiva dele já foi comunicada ao Poder Judiciário.
A polícia reforça a população a importância do Disque-Denúncia (181), O sigilo do denunciante é totalmente garantido