Nova avaliação de Transparência nos municípios aponta Carmópolis com nota acima da média

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 19/09/2019 às 21:53:00

 

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE), apresentou relatório consolidado,  elaborado pelo órgão acerca de 208 portais da transparência de unidades gestores do Estado e dos municípios sergipanos.
Os dados indicam para Carmópolis no período de Abril de 2018 a Julho de 2019,  uma  evolução considerável com um nível elevado de 90% onde a nota subiu de 8,4 para 9,0. Em relação a levantamentos anteriores, 64 jurisdicionados ainda mantêm índices de transparência inferior a 7, ou seja, abaixo do mínimo satisfatório.
"Avançamos em termos de transparência devido ao zelo e profissionalismo que temos com o erário público", afirma o prefeito Alberto Narcizo da Cruz Neto ( Beto Caju ). " Estamos colhendo os frutos de um esforço coletivo", ressalta Beto.
Para o prefeito Beto Caju a meta é chegar à média 10 e para isso toda a equipe trabalha arduamente juntamente com as secretarias de Planejamento, Finanças, Controle Interno e Juridico.
Segundo o TCE é fundamental que os órgãos públicos mantenham portais da transparência atualizados com todas as informações necessárias para obtenção da nota máxima. "Tem sido um trabalho contínuo e com as diversas secretarias", afirma a secretária de Controle Interno Kely Fernanda.
Os quesitos que são avaliados pelo  órgão fiscalizador são: estrutura organizacional, receita, despesa, licitações e contratos, relatórios, recursos humanos, serviço de informação ao cidadão e boas práticas de transparência.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE), apresentou relatório consolidado,  elaborado pelo órgão acerca de 208 portais da transparência de unidades gestores do Estado e dos municípios sergipanos.
Os dados indicam para Carmópolis no período de Abril de 2018 a Julho de 2019,  uma  evolução considerável com um nível elevado de 90% onde a nota subiu de 8,4 para 9,0. Em relação a levantamentos anteriores, 64 jurisdicionados ainda mantêm índices de transparência inferior a 7, ou seja, abaixo do mínimo satisfatório.
"Avançamos em termos de transparência devido ao zelo e profissionalismo que temos com o erário público", afirma o prefeito Alberto Narcizo da Cruz Neto ( Beto Caju ). " Estamos colhendo os frutos de um esforço coletivo", ressalta Beto.
Para o prefeito Beto Caju a meta é chegar à média 10 e para isso toda a equipe trabalha arduamente juntamente com as secretarias de Planejamento, Finanças, Controle Interno e Juridico.
Segundo o TCE é fundamental que os órgãos públicos mantenham portais da transparência atualizados com todas as informações necessárias para obtenção da nota máxima. "Tem sido um trabalho contínuo e com as diversas secretarias", afirma a secretária de Controle Interno Kely Fernanda.
Os quesitos que são avaliados pelo  órgão fiscalizador são: estrutura organizacional, receita, despesa, licitações e contratos, relatórios, recursos humanos, serviço de informação ao cidadão e boas práticas de transparência.