Confiança volta a perder para o Sampaio

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
EQUIPE SERGIPANA NÃO CONSEGUIU REAGIR E PERDEU OS DOIS JOGOS PARA A EQUIPE MARANHENSE, QUE DISPUTARÁ A FINAL DA SÉRIE C
EQUIPE SERGIPANA NÃO CONSEGUIU REAGIR E PERDEU OS DOIS JOGOS PARA A EQUIPE MARANHENSE, QUE DISPUTARÁ A FINAL DA SÉRIE C

O Confiança está eliminado da grande final, mas comemora o acesso Série B
O Confiança está eliminado da grande final, mas comemora o acesso Série B

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/09/2019 às 09:18:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
O Confiança até que 
tentou. Resistiu 
bem no primeiro tempo, quando garantiu o empate em 0x0, mas no segundo tempo o Sampaio fez prevalecer os fatores campo e torcida, fez 1x0 e eliminou o time sergipano. O Sampaio agora vai decidir o título com a equipe que se classificar entre Náutico e Juventude. No primeiro jogo deu Juventude 2x1, de virada em Caxias do Sul. 
Para o Sampaio Correia sonho do tetracampeonato brasileiro está mais vivo do que nunca. O Sampaio Corrêa que tinha vencido a primeira partida por 2 a 0, bateu novamente o Confiança - desta vez por 1 a 0 - e está na final da Série C do Campeonato Brasileiro. A partida foi disputada no Castelão, em São Luís-MA.
O Sampaio Corrêa já levantou a taça nacional três vezes. Foi campeão da Série B de 1972, levou a Série C de 1997, e venceu a Série D de 2012. O gol da vitória foi marcado por Vítor Salvador na etapa final.
O Confiança deixa a Série C sem vaga na final, mas comemorando acesso conquistado após eliminar o Ypiranga-RS nas quartas de final.
O jogo - Precisando da vitória, o Confiança não conseguiu apresentar um bom futebol na primeira etapa, enquanto o Sampaio Corrêa foi mais conservador, mas assustou nos contra-ataques. O time da casa chegou pela primeira vez aos nove minutos. João Victor cruzou, a bola foi direto para o gol e quase surpreende Jean. No rebote, Esquerdinha não conseguiu tirar do goleiro do Dragão. Aos 18, o time da casa chegou com perigo. Esquerdinha tira dois marcadores e finaliza para a boa defesa de Jean. O Confiança criou sua primeira chance de perigo aos 31 minutos. Tito recebeu de Ítalo, bateu e abola passou perto.
O segundo tempo começou morno no Castelão. O Sampaio com a estratégia de segurar a vantagem construída no primeiro jogo, pouco atacava, enquanto o Confiança tentava ir ao ataque, mas sem nenhuma inspiração.
Aos 19, o Sampaio quase marca o primeiro. Esquerdinha faz excelente jogada individual, dribla o adversário e bateu colado. A bola passou perto do gol do Confiança.
O gol que carimbou a ida para a final saiu aos 23. Esquerdinha levantou na área em cobrança de falta e Vítor Salvador desviou de cabeça. Aos 35, Esquerdinha arrancou e bateu com perigo e quase fez o segundo. o Sampaio segurou o resultado e comemorou a vaga no final.

O Confiança até que  tentou. Resistiu  bem no primeiro tempo, quando garantiu o empate em 0x0, mas no segundo tempo o Sampaio fez prevalecer os fatores campo e torcida, fez 1x0 e eliminou o time sergipano. O Sampaio agora vai decidir o título com a equipe que se classificar entre Náutico e Juventude. No primeiro jogo deu Juventude 2x1, de virada em Caxias do Sul. 
Para o Sampaio Correia sonho do tetracampeonato brasileiro está mais vivo do que nunca. O Sampaio Corrêa que tinha vencido a primeira partida por 2 a 0, bateu novamente o Confiança - desta vez por 1 a 0 - e está na final da Série C do Campeonato Brasileiro. A partida foi disputada no Castelão, em São Luís-MA.
O Sampaio Corrêa já levantou a taça nacional três vezes. Foi campeão da Série B de 1972, levou a Série C de 1997, e venceu a Série D de 2012. O gol da vitória foi marcado por Vítor Salvador na etapa final.
O Confiança deixa a Série C sem vaga na final, mas comemorando acesso conquistado após eliminar o Ypiranga-RS nas quartas de final.

O jogo - Precisando da vitória, o Confiança não conseguiu apresentar um bom futebol na primeira etapa, enquanto o Sampaio Corrêa foi mais conservador, mas assustou nos contra-ataques. O time da casa chegou pela primeira vez aos nove minutos. João Victor cruzou, a bola foi direto para o gol e quase surpreende Jean. No rebote, Esquerdinha não conseguiu tirar do goleiro do Dragão. Aos 18, o time da casa chegou com perigo. Esquerdinha tira dois marcadores e finaliza para a boa defesa de Jean. O Confiança criou sua primeira chance de perigo aos 31 minutos. Tito recebeu de Ítalo, bateu e abola passou perto.
O segundo tempo começou morno no Castelão. O Sampaio com a estratégia de segurar a vantagem construída no primeiro jogo, pouco atacava, enquanto o Confiança tentava ir ao ataque, mas sem nenhuma inspiração.
Aos 19, o Sampaio quase marca o primeiro. Esquerdinha faz excelente jogada individual, dribla o adversário e bateu colado. A bola passou perto do gol do Confiança.
O gol que carimbou a ida para a final saiu aos 23. Esquerdinha levantou na área em cobrança de falta e Vítor Salvador desviou de cabeça. Aos 35, Esquerdinha arrancou e bateu com perigo e quase fez o segundo. o Sampaio segurou o resultado e comemorou a vaga no final.