Taxista de 85 anos é espancado em Itabaiana

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 24/09/2019 às 07:03:00

 

Um crime ocorrido 
na noite deste do
mingo revoltou a população de Itabaiana (Agreste). José Carlito dos Santos, 85 anos, que trabalhava como taxista, foi sequestrado e espancado por dois assaltantes que se passaram por passageiros. Os criminosos abordaram a vítima na praça de eventos do bairro Sítio Porto, onde pediram uma corrida para buscar a namorada, mas anunciaram o assalto no meio do caminho. O idoso ficou cerca de duas horas em poder dos ladrões e foi abandonado em um matagal às margens da BR-235, no bairro Riacho Doce, com vários ferimentos no rosto e pelo corpo. Um de seus dedos chegou a ser quebrado.  
'Carlito Taxista', como é mais conhecido, relatou que os dois homens anunciaram o assalto logo ao início da corrida e o atingiram com duas coronhadas na cabeça. Em seguida, eles o retiraram do banco do motorista e o colocaram no porta-malas do veículo. Os bandidos assumiram o controle do carro e dirigiram até o matagal, onde as agressões e ameaças contra Carlito aumentaram de intensidade, com muitos socos e chutes. O filho do taxista, José Nailton, relatou que os bandidos xingavam seu pai e exigiam que ele lhes entregassem o dinheiro e celulares, tendo usado até mesmo a chave do carro para ferir a vítima. 
Os criminosos tentaram fugir levando o veículo do taxista, mas desistiram depois que a chave quebrou na ignição, emperrando o funcionamento do carro. Eles fugiram em seguida. Carlito disse depois que os dois só pararam de espanca-lo depois que ele se fingiu de morto. A vítima conseguiu sair depois de um tempo para a margem da rodovia, onde pediu ajuda em um restaurante nas imediações. O taxista foi internado no Hospital Regional Pedro Garcia Moreno, de onde foi liberado ontem. Segundo a família, o estado de saúde dele é considerado estável. 
O caso foi registrado na Delegacia Regional de Itabaiana, cuja equipe começou a fazer levantamentos a partir de imagens de câmeras de segurança instaladas no entorno do local onde os bandidos pediram a corrida. O delegado Elder Sanches também ouviu o depoimento da vítima e de familiares. A principal suspeita é de que os autores do assalto sejam dois adolescentes. 

Um crime ocorrido  na noite deste do mingo revoltou a população de Itabaiana (Agreste). José Carlito dos Santos, 85 anos, que trabalhava como taxista, foi sequestrado e espancado por dois assaltantes que se passaram por passageiros. Os criminosos abordaram a vítima na praça de eventos do bairro Sítio Porto, onde pediram uma corrida para buscar a namorada, mas anunciaram o assalto no meio do caminho. O idoso ficou cerca de duas horas em poder dos ladrões e foi abandonado em um matagal às margens da BR-235, no bairro Riacho Doce, com vários ferimentos no rosto e pelo corpo. Um de seus dedos chegou a ser quebrado.  
'Carlito Taxista', como é mais conhecido, relatou que os dois homens anunciaram o assalto logo ao início da corrida e o atingiram com duas coronhadas na cabeça. Em seguida, eles o retiraram do banco do motorista e o colocaram no porta-malas do veículo. Os bandidos assumiram o controle do carro e dirigiram até o matagal, onde as agressões e ameaças contra Carlito aumentaram de intensidade, com muitos socos e chutes. O filho do taxista, José Nailton, relatou que os bandidos xingavam seu pai e exigiam que ele lhes entregassem o dinheiro e celulares, tendo usado até mesmo a chave do carro para ferir a vítima. 
Os criminosos tentaram fugir levando o veículo do taxista, mas desistiram depois que a chave quebrou na ignição, emperrando o funcionamento do carro. Eles fugiram em seguida. Carlito disse depois que os dois só pararam de espanca-lo depois que ele se fingiu de morto. A vítima conseguiu sair depois de um tempo para a margem da rodovia, onde pediu ajuda em um restaurante nas imediações. O taxista foi internado no Hospital Regional Pedro Garcia Moreno, de onde foi liberado ontem. Segundo a família, o estado de saúde dele é considerado estável. 
O caso foi registrado na Delegacia Regional de Itabaiana, cuja equipe começou a fazer levantamentos a partir de imagens de câmeras de segurança instaladas no entorno do local onde os bandidos pediram a corrida. O delegado Elder Sanches também ouviu o depoimento da vítima e de familiares. A principal suspeita é de que os autores do assalto sejam dois adolescentes.