Homem é preso por assassinar o próprio irmão em Boquim

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 27/09/2019 às 22:06:00

 

A Polícia Militar prendeu ontem um homem suspeito pelo assassinato do próprio irmão. O crime aconteceu na manhã de ontem no povoado Olhos d´Água, zona rural do município, onde moram os envolvidos. Segundo as primeiras informações, Moisés Silva Bonfim, 38 anos, foi atacado por Francisco Silva Bonfim, 39, e levou várias pauladas, morrendo no local. Segundo as primeiras informações, os dois teriam entrado em desentendimento. 
O suspeito, que seria portador de um transtorno psicológico, teve um surto e começou a brigar com Moisés, pois ele gritava dentro da casa, depois de consumir bebidas alcóolicas. Durante a briga, Francisco teria se armado com um pedaço de madeira e passou a atingir o irmão na cabeça. Testemunhas que viram o episódio chamaram a PM, que chegou rápido ao local e encontrou o acusado do crime.
Francisco foi detido por soldados da 2ª Companhia do 7º Batalhão (7º BPM) e levado para a Delegacia de Boquim. À tarde, ele foi transferido para a uma delegacia em Aracaju, onde aguarda a realização da audiência de custódia. Segundo a polícia, o suspeito deve ser indiciado por homicídio. O corpo de Moisés foi recolhido na mesma manhã pelo Instituto Médico-Legal (IML). 

A Polícia Militar prendeu ontem um homem suspeito pelo assassinato do próprio irmão. O crime aconteceu na manhã de ontem no povoado Olhos d´Água, zona rural do município, onde moram os envolvidos. Segundo as primeiras informações, Moisés Silva Bonfim, 38 anos, foi atacado por Francisco Silva Bonfim, 39, e levou várias pauladas, morrendo no local. Segundo as primeiras informações, os dois teriam entrado em desentendimento. 
O suspeito, que seria portador de um transtorno psicológico, teve um surto e começou a brigar com Moisés, pois ele gritava dentro da casa, depois de consumir bebidas alcóolicas. Durante a briga, Francisco teria se armado com um pedaço de madeira e passou a atingir o irmão na cabeça. Testemunhas que viram o episódio chamaram a PM, que chegou rápido ao local e encontrou o acusado do crime.
Francisco foi detido por soldados da 2ª Companhia do 7º Batalhão (7º BPM) e levado para a Delegacia de Boquim. À tarde, ele foi transferido para a uma delegacia em Aracaju, onde aguarda a realização da audiência de custódia. Segundo a polícia, o suspeito deve ser indiciado por homicídio. O corpo de Moisés foi recolhido na mesma manhã pelo Instituto Médico-Legal (IML).