Mototaxista morre esfaqueada após assalto em General Maynard

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 01/10/2019 às 08:43:00

 

A mototaxista Sylvia Patrícia Ramos, 43 anos, morreu neste domingo, depois de passar cerca de dois dias internada no Hospital Municipal de Carmópolis Vale do Cotinguiba. Segundo a polícia, ela foi esfaqueada na última sexta-feira, quando dois assaltantes teriam a abordado no trevo de acesso ao município de General Maynard (Vale do Cotinguiba). No ataque, ela acabou atingida com várias facadas e foi encaminhada em estado grave ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Os ladrões fugiram com a moto da vítima, que estava trabalhando no momento do crime.
Ainda na sexta-feira, equipes do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM) fizeram buscas pelos suspeitos de cometer o crime, identificados como José Ailton dos Santos e Cosme Melo de Oliveira. Os dois foram localizados à noite, horas depois do assalto, e morreram após provocarem uma troca de tiros com a polícia. Os corpos foram entregues neste sábado ao Instituto Médico Legal (IML).
Um terceiro suspeito, José Ernandes Santos Silva foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju, onde permanece internado sob custódia policial. A assessoria do hospital informou que ele foi submetido a uma cirurgia e o estado de saúde dele é considerado estável. A Polícia Civil investiga se os três suspeitos estão envolvidos em outros assaltos na região. 

A mototaxista Sylvia Patrícia Ramos, 43 anos, morreu neste domingo, depois de passar cerca de dois dias internada no Hospital Municipal de Carmópolis Vale do Cotinguiba. Segundo a polícia, ela foi esfaqueada na última sexta-feira, quando dois assaltantes teriam a abordado no trevo de acesso ao município de General Maynard (Vale do Cotinguiba). No ataque, ela acabou atingida com várias facadas e foi encaminhada em estado grave ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Os ladrões fugiram com a moto da vítima, que estava trabalhando no momento do crime.
Ainda na sexta-feira, equipes do 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM) fizeram buscas pelos suspeitos de cometer o crime, identificados como José Ailton dos Santos e Cosme Melo de Oliveira. Os dois foram localizados à noite, horas depois do assalto, e morreram após provocarem uma troca de tiros com a polícia. Os corpos foram entregues neste sábado ao Instituto Médico Legal (IML).
Um terceiro suspeito, José Ernandes Santos Silva foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju, onde permanece internado sob custódia policial. A assessoria do hospital informou que ele foi submetido a uma cirurgia e o estado de saúde dele é considerado estável. A Polícia Civil investiga se os três suspeitos estão envolvidos em outros assaltos na região.