CRF/SE e Sindifarma levam proposta de lei à Alese

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Aspecto da reunião na Assembleia Legislativa
Aspecto da reunião na Assembleia Legislativa

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 01/10/2019 às 08:46:00

 

Na tarde desta segunda-feira,  o diretor-tesoureiro do Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE), Fábio Ramalho, a diretora-tesoureira do Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de Sergipe (Sindifarma), Quênnia Garcia, levaram uma proposta de lei ao deputado estadual Georgeo Passos. A proposta encaminhada ao Deputado sugere a implantação da Coordenação de Assistência Farmacêutica em todos os municípios de Sergipe. O assunto antes foi debatido amplamente com os representantes das Comissões de Farmácia Pública e Parlamentar do Conselho, assim como também discutida em assembleia do Sindifarma. 
Na organização das Secretarias Municipais de Saúde devem ser implantadas a Coordenação da Assistência, sob a gestão de um farmacêutico, responsável por planejar e gerir os estoques, equipes e ações voltadas à promoção, proteção e recuperação da saúde, bem como promover o uso seguro e racional dos medicamentos essenciais. Para Fábio Ramalho, a luta da classe farmacêutica fica enfraquecida sem o apoio legislativo. "Entendemos a obrigatoriedade da presença  de um coordenador farmacêutico em cada município para fazer planejamentos adequados e gerenciar os recursos destinados à assistência farmacêutica", afirma. 
Além de propor a criação do cargo para o farmacêutico coordenador, o projeto também propõe a criação da Comissão de Farmácia Terapêutica em cada município. A Comissão é multiprofissional e deve possuir um farmacêutico à frente, com o objetivo de discutir a padronização de medicamentos, de acordo com a epidemiologia local, e dessa forma otimizar recursos e disponibilizar os medicamentos literalmente essenciais à população de cada município", explica Ramalho.
O esforço do CRF/SE com o Sindifarma, para levar questões importantes ao legislativo, por meio do Dep. Estadual Georgeo Passos, reforça a necessidade de buscar conquistas que não se limitem a portarias de gestores. "Recebo com muita felicidade uma proposta que pode contribuir para a categoria e principalmente para o população", relata o parlamentar. 
Também estiveram presentes na reunião a presidente da Comissão de Farmácia Pública , Simone Silva Fontes e o membro Daniel Andrade, assim como Alexandre Leite Freitas, presidente da Comissão Parlamentar do CRF/SE.  

Na tarde desta segunda-feira,  o diretor-tesoureiro do Conselho Regional de Farmácia de Sergipe (CRF/SE), Fábio Ramalho, a diretora-tesoureira do Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de Sergipe (Sindifarma), Quênnia Garcia, levaram uma proposta de lei ao deputado estadual Georgeo Passos. A proposta encaminhada ao Deputado sugere a implantação da Coordenação de Assistência Farmacêutica em todos os municípios de Sergipe. O assunto antes foi debatido amplamente com os representantes das Comissões de Farmácia Pública e Parlamentar do Conselho, assim como também discutida em assembleia do Sindifarma. 
Na organização das Secretarias Municipais de Saúde devem ser implantadas a Coordenação da Assistência, sob a gestão de um farmacêutico, responsável por planejar e gerir os estoques, equipes e ações voltadas à promoção, proteção e recuperação da saúde, bem como promover o uso seguro e racional dos medicamentos essenciais. Para Fábio Ramalho, a luta da classe farmacêutica fica enfraquecida sem o apoio legislativo. "Entendemos a obrigatoriedade da presença  de um coordenador farmacêutico em cada município para fazer planejamentos adequados e gerenciar os recursos destinados à assistência farmacêutica", afirma. 
Além de propor a criação do cargo para o farmacêutico coordenador, o projeto também propõe a criação da Comissão de Farmácia Terapêutica em cada município. A Comissão é multiprofissional e deve possuir um farmacêutico à frente, com o objetivo de discutir a padronização de medicamentos, de acordo com a epidemiologia local, e dessa forma otimizar recursos e disponibilizar os medicamentos literalmente essenciais à população de cada município", explica Ramalho.
O esforço do CRF/SE com o Sindifarma, para levar questões importantes ao legislativo, por meio do Dep. Estadual Georgeo Passos, reforça a necessidade de buscar conquistas que não se limitem a portarias de gestores. "Recebo com muita felicidade uma proposta que pode contribuir para a categoria e principalmente para o população", relata o parlamentar. 
Também estiveram presentes na reunião a presidente da Comissão de Farmácia Pública , Simone Silva Fontes e o membro Daniel Andrade, assim como Alexandre Leite Freitas, presidente da Comissão Parlamentar do CRF/SE.