Prontos para a grande final da Série C

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 06/10/2019 às 10:46:00

 

Hoje o Brasil conhece 
o campeão da Série C 
de 2019. As equipes do Sampaio Correia-MA e Náutico-PE entram em campo as 16h00 no estádio Castelão em São Luís com o mesmo objetivo: levantar o caneco e conquistar o prêmio de campeão. Para o Náutico, um título inédito. Para a Bolívia Querida significa a conquista do quarto título nacional. O Sampaio já conquistou os títulos de Campeonato Brasileiro - Série B em 1972, Campeonato Brasileiro - Série C em 1997 e Campeonato Brasileiro - Série D em 2012. 
Mas a situação do Sampaio é muito delicada. A derrota de 3x1 no jogo de ida em Recife, obriga o time maranhense vencer o jogo com diferença superior a dois gols. O Náutico joga pelo empate e pode até perder por diferença de um gol, que mesmo assim levanta o título de campeão. Vitória por diferença de dois gols, leva a decisão para os pênaltis.
Sampaio confiante - O técnico João Brigatti está confiante na equipe. Ele terá um retorno importante para decisão do título da Série C contra o Náutico. Recuperado de uma lesão muscular, o zagueiro Paulo Sérgio está novamente à disposição e retomará a posição de titular ao lado de Odair Lucas.
- Basta a gente jogar o futebol que a gente vem jogando durante a competição. Entrar determinado. Sabemos da importância de ter atenção redobrada. Tenho certeza que com força da nossa torcida podemos reverter esse placar. A gente sabe de nossa qualidade - disse Paulo Sérgio.
Apesar da certeza do retorno do capitão, Brigatti tem algumas dúvidas. A principal delas é na lateral esquerda, entre Romano e João Vitor, que ganhou a posição de titular nas fases decisivas. Outra possível mudança é o retorno do meia Rodrigo Andrade, que ficou de fora do jogo de ida, porque Briagtti optou por jogar com três volantes. Neste caso, Lucas Hulk ou Ferreira deixariam o time.
Depois de perder por 3 a 1, O Sampaio precisa vencer por três gols para ser campeão no tempo normal ou por dois para levar a decisão aos pênaltis. A provável escalação tem Andrey; Everton, Paulo Sérgio, Odair Lucas e João Victor (Romano); Ferreira, Eloir e Rodrigo Andrade (Lucas Hulk); Esquerdinha, Roney e Salatiel Júnior.
No Náutico, o treinador Gilmar Dal Pozzo não contará com o zagueiro Camutanga, autor de um dos gols na vitória por 3 a 1 do Náutico sobre o Sampaio Corrêa, na rodada de ida da final da Série C. Camutanga não poderá disputar o jogo de volta, mais do que isso, ele ficará fora de combate por cerca de sete meses.
O jogador de 26 anos foi diagnosticado com uma lesão no ligamento cruzado anterior. A recuperação envolve uma operação de reconstrução ligamentar, por isso o longo período sem jogar. 
- Camutanga está fora da competição e o período de afastamento dos gramados vai ser um período muito longo. A gente lamenta muito, por que são jogadores que foram titulares e o Camutanga vivia talvez o seu melhor momento na competição e dele - lamentou o treinador Gilmar Dal Pozzo.
Sem o defensor, o técnico alvirrubro deve escalar Rafael Ribeiro ao lado de Diego Silva na formação da dupla de zaga. Outra mudança para a partida deve ser o retorno de Matheus Carvalho, que está novamente à disposição após cumprir suspensão e deve ficar com a vaga que foi de Danilo Pires no jogo de ida.
O Náutico deve ir a campo com Jefferson; Hereda, Diego Silva, Rafael Ribeiro e Wilian Simões; Josa, Jhonnatan e Jean Carlos; Matheus Carvalho, Wallace Pernambucano e Álvaro.
O árbitro do jogo será o paulista Flavio Rodrigues de Souza, que foi indicado nesta segunda-feira ao quadro da FIFA. Os assistentes também são Fabrini Bevilaqua Costa (SP) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG). Lucas Canetto Bellote e Vitor Carmona Metestaine serão quarto e quinto árbitro, respectivamente.

Hoje o Brasil conhece  o campeão da Série C  de 2019. As equipes do Sampaio Correia-MA e Náutico-PE entram em campo as 16h00 no estádio Castelão em São Luís com o mesmo objetivo: levantar o caneco e conquistar o prêmio de campeão. Para o Náutico, um título inédito. Para a Bolívia Querida significa a conquista do quarto título nacional. O Sampaio já conquistou os títulos de Campeonato Brasileiro - Série B em 1972, Campeonato Brasileiro - Série C em 1997 e Campeonato Brasileiro - Série D em 2012. 
Mas a situação do Sampaio é muito delicada. A derrota de 3x1 no jogo de ida em Recife, obriga o time maranhense vencer o jogo com diferença superior a dois gols. O Náutico joga pelo empate e pode até perder por diferença de um gol, que mesmo assim levanta o título de campeão. Vitória por diferença de dois gols, leva a decisão para os pênaltis.
Sampaio confiante - O técnico João Brigatti está confiante na equipe. Ele terá um retorno importante para decisão do título da Série C contra o Náutico. Recuperado de uma lesão muscular, o zagueiro Paulo Sérgio está novamente à disposição e retomará a posição de titular ao lado de Odair Lucas.
- Basta a gente jogar o futebol que a gente vem jogando durante a competição. Entrar determinado. Sabemos da importância de ter atenção redobrada. Tenho certeza que com força da nossa torcida podemos reverter esse placar. A gente sabe de nossa qualidade - disse Paulo Sérgio.
Apesar da certeza do retorno do capitão, Brigatti tem algumas dúvidas. A principal delas é na lateral esquerda, entre Romano e João Vitor, que ganhou a posição de titular nas fases decisivas. Outra possível mudança é o retorno do meia Rodrigo Andrade, que ficou de fora do jogo de ida, porque Briagtti optou por jogar com três volantes. Neste caso, Lucas Hulk ou Ferreira deixariam o time.
Depois de perder por 3 a 1, O Sampaio precisa vencer por três gols para ser campeão no tempo normal ou por dois para levar a decisão aos pênaltis. A provável escalação tem Andrey; Everton, Paulo Sérgio, Odair Lucas e João Victor (Romano); Ferreira, Eloir e Rodrigo Andrade (Lucas Hulk); Esquerdinha, Roney e Salatiel Júnior.
No Náutico, o treinador Gilmar Dal Pozzo não contará com o zagueiro Camutanga, autor de um dos gols na vitória por 3 a 1 do Náutico sobre o Sampaio Corrêa, na rodada de ida da final da Série C. Camutanga não poderá disputar o jogo de volta, mais do que isso, ele ficará fora de combate por cerca de sete meses.
O jogador de 26 anos foi diagnosticado com uma lesão no ligamento cruzado anterior. A recuperação envolve uma operação de reconstrução ligamentar, por isso o longo período sem jogar. 
- Camutanga está fora da competição e o período de afastamento dos gramados vai ser um período muito longo. A gente lamenta muito, por que são jogadores que foram titulares e o Camutanga vivia talvez o seu melhor momento na competição e dele - lamentou o treinador Gilmar Dal Pozzo.
Sem o defensor, o técnico alvirrubro deve escalar Rafael Ribeiro ao lado de Diego Silva na formação da dupla de zaga. Outra mudança para a partida deve ser o retorno de Matheus Carvalho, que está novamente à disposição após cumprir suspensão e deve ficar com a vaga que foi de Danilo Pires no jogo de ida.
O Náutico deve ir a campo com Jefferson; Hereda, Diego Silva, Rafael Ribeiro e Wilian Simões; Josa, Jhonnatan e Jean Carlos; Matheus Carvalho, Wallace Pernambucano e Álvaro.
O árbitro do jogo será o paulista Flavio Rodrigues de Souza, que foi indicado nesta segunda-feira ao quadro da FIFA. Os assistentes também são Fabrini Bevilaqua Costa (SP) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG). Lucas Canetto Bellote e Vitor Carmona Metestaine serão quarto e quinto árbitro, respectivamente.